Racismo
Instagram
Racismo

O jogador do Bayern de Munique, Alphonso Davies, foi vítima de racismo, após a sua namorada, a atleta do PSG, Jordin Huitema, ter postado uma foto do casal em suas redes sociais.

“Seus ancestrais te odeiam por jogar fora milhares de anos de genes brancos puros” e “Você vai virar uma mãe solteira de um nojento bebê sujo”, foram alguns dos comentários deixados. 

Em meio aos ataques, o presidente do Bayern de Munique, Herbert Hainer, defendeu o jogador. “Nosso clube defende a diversidade. A hostilidade racista não será tolerada de forma alguma. Nós começamos a iniciativa Red Against Racism (Vermelho contra o Racismo) há algum tempo, e nós defendemos isso no clube em todos os esportes e demais áreas”,  afirmou Hainer ao jornal Bild.

Por fim, concluiu. “Exclusão, discriminação, ódio e violência não têm lugar em nosso mundo. Não importa de onde você veio, o futebol nos oferece uma casa. Futebol tem o poder de conectar as pessoas. E o Bayern sempre irá querer contribuir com isso”.

Vale lembrar que Davies é o primeiro candaense a ganhar o título da Champions League, conqusitado com o Bayern nesse ano. Ele nasceu em um campo de refugiados em Gana. Seu pais são da Libéria e fugiram da guerra civil no país. A família, então, se mudou para Edmonton e, aos 14 anos, novamente partiu para que ele pudesse jogar pelos Vancouver Whitecaps. Oficialmente, o jogador do Bayern se tornou cidadão canadense apenas em 2017.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários