Robinho
Lance!
Vítima estava comemorando seu aniversário de 23 anos.

A mulher que acusa Robinho de tê-la estuprado com outros cinco amigos estava comemorando seu aniversário de 23 anos na noite em que o crime aconteceu. Ela teria ido à uma bota de Milão, na Itália, com outras duas amigas.

Na época, ela já conhecia Robinho há dois anos. Eles se conheceram em uma outra boate de Milão e, enquanto dançavam, Robinho tentou lamber o seio da vítima. A garota também já conhecia Ricardo Falco, que era amigo de Robinho. Ainda haviam outros dois homens que ela não conhecia.

Na noite, a vítima, que nasceu na Albânia e vivia na Itália desde os 14 anos, acabou em um camarim do músico Jairo Chagas com seis brasileiros e foi estuprada pelo grupo. Cerca de quatro meses depois, ela foi à polícia para denunciar o crime.

Em entrevista ao UOL, o advogado da vítima disse que houve contato dela com os acusados. Em um primeiro momento, dias após o episódio, a vítima disse que queria esquecer o ocorrido. Cinco meses depois, ela entrou em contato para dizer que havia denunciado o caso e dizendo que estava grávida para assustar o acusado.

A vítima aprece no processo como amiga de Falco. Em uma conversa que foi interceptada pela investigação aproximadamente nove meses depois, Falco diz a Robinho que a mulher alegou que ele “era seu amigo” e que deveria ter ajudado ela.

O jogador admitiu que fez sexo oral com a mulher, mas afirma que a relação foi consensual e que ele é inocente. O julgamento em segunda instância do caso está marcado para acontecer em dezembro deste ano.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários