Lance

juca kfouri
Divulgação
Juca Kfouri aponta médico apoiador de Robinho como responsável por vazar telefones de jornalistas


vazamento de telefones de jornalistas que fizeram críticas à contratação de Robinho resultou em ataques e ameaças aos profissionais, que tiveram que desativar contas no Whataspp e recorrer às autoridades. Nesta terça-feira, o jornalista Juca Kfouri apontou um culpado.

Em seu blog pessoal ele informou que o médico Leonardo Chadad Maklouf, conselheiro do Santos, seria o responsável pela divulgação dos números no grupo de Whatsapp "família 1912".

Anunciado pelo Santos como reforço, o jogador teve o nome contestado por torcedores e imprensa em razão da condenação por violência sexual na Itália, em primeira instância. A repercussão do caso fez o clube suspender o acerto.



Confira a íntegra do texto de Juca Kfouri.

" Já é de conhecimento público que telefones de jornalistas foram criminosamente vazados para grupos de apoiadores de Robinho, condenado por violência sexual em primeira instância na Itália por um tribunal, com participação popular, a nove anos de prisão, com recurso a ser julgado em dezembro na segunda instância.

O vazador irresponsável, que não atendeu ao telefonema deste jornalista, participa do grupo "Família 1912", é médico, pasme!, cirurgião vascular, conselheiro do Santos e se chama Leonardo Chadad Maklouf, cuja foto, cortadas as de duas crianças e de uma senhora que não têm culpa de sua covardia, está abaixo"

    Veja Também

      Mostrar mais