Tamanho do texto

Visita do empresário ao Ninho é vista pelo clube como início de relação que pode gerar frutos lá na frente

Neymar pai visitou o CT do Flamengo arrow-options
Reprodução
Neymar pai visitou o CT do Flamengo

A presença de Neymar pai no Ninho do Urubu nesta terça-feira, para a chamada visita de cortesia, fez a imaginação do torcedor do Flamengo viajar. Afinal, não é segredo o tamanho da influência que o empresário tem sobre o destino do filho, atualmente o maior astro brasileiro no futebol.

Leia também: Caso de agressão de Neymar a torcedor rival tem desfecho surpreendente na França

Neymar pai não foi ao CT rubro-negro tratar de uma negociação próxima para o atacante, mas esse que hoje é um devaneio pode, sim, se tornar realidade no futuro. E o Flamengo está de olho nisso.

Neymar tem contrato com o Paris Saint-Germain até 30 de junho de 2022. Depois disso, já nos seus 30 anos, estaria livre para se transferir sem que o clube de destino tenha que pagar multa rescisória para adquirir os direitos econômicos do craque. Uma oportunidade de negócio como essa faz qualquer dirigente delirar. Ou os mais profissionais se planejarem.

Do outro lado, o sonho também não é novidade. Não só pela presença de Neymar pai no Ninho, o assunto Flamengo não é estranho ao meio que cerca o camisa 10 do PSG. Conversas - que não envolvem o clube e ainda em tom hipotético - acontecem vislumbrando uma situação para daqui a cerca de quatro anos.

Leia também: Flamengo pode garantir vaga no Mundial mesmo se perder para o River

Nos bastidores, Neymar, o filho, não entra no tema. Mas o jogador já deu entrevistas dizendo que jogaria no Flamengo:

- Acho que pela torcida, pelo clube, no Maracanã, tenho vontade de sentir como é ser jogador do Flamengo - disse Neymar à Fox Sports, sem rechaçar também uma eventual volta ao Santos.

Nesse contexto, fazer com que Neymar pai entenda a estrutura que o Flamengo oferece é parte relevante em um eventual negócio. A ideia da diretoria atual é começar a construir uma relação que possa, quem sabe, dar fruto no futuro. Por isso, houve o convite para Neymar pai conhecer a estrutura do clube e comparecer ao jogo contra o Vasco. Na conversa no Ninho do Urubu, o empresário esteve acompanhado do pai de Gerson, Marcão, se se impressionou com o que viu.

Na conversa informal com o presidente Rodolfo Landim e o vice de futebol Marcos Braz, da qual participaram Zico, Marcão e o advogado Marcos Motta, qualquer sinalização sobre o futuro de Neymar foi evitada.

Leia também: Como era o mundo na última vez que o Flamengo jogou uma final de Libertadores?

Detalhe sobre a questão contratual é que o vínculo atual com o PSG termina seis meses antes da Copa do Mundo de 2022, no Qatar.

Se Neymar ficar no clube francês até lá, e ainda sem qualquer renovação no caminho, seria necessário ponderar o peso de jogar no Brasil na reta final da preparação da competição mais almejada pelo craque: a Copa do Mundo.