Tamanho do texto

Comentarista fará transmissões dos campeonatos Italiano, Francês, Inglês e Série C do Brasileirão

Lance

Rafael Oliveira foi um dos demitidos da ESPN e agora está no DAZN arrow-options
ESPN / Reprodução
Rafael Oliveira foi um dos demitidos da ESPN e agora está no DAZN

O comentarista Rafael Oliveira anunciou, nesta quinta-feira, em sua conta no Twitter, que é o mais novo integrante do time de comentaristas do DAZN no Brasil. O jornalista, que era especulado na Globo , chega à programação da plataforma esportiva em 1º de setembro.

Copa Sul-Americana é na DAZN! Clique aqui e saiba como assistir aos jogos de graça

"Estou muito animado com o desafio de fazer parte de um projeto inovador e que tem tanto a crescer no Brasil", disse Rafael Oliveira . "Trabalhar com transmissões de diversos campeonatos pelo mundo é algo que sempre me motiva", afirmou o comentarista ex-ESPN Brasil.

Leia também: Juca Kfouri explica saída da ESPN e revela surpresa com demissões

No DAZN, Rafael participará da transmissão dos jogos da Série A (Campeonato Italiano), da Ligue 1 (Francês), e da Premier League (Inglês). Além de comentar os torneios europeus, algo que era rotineiro na antiga emissora e elogiado pelos amantes do esporte, ele também vai participar comentando alguns dos principais embates da última fase da Série C do Brasileiro.

Rafael Oliveira deixou a ESPN Brasil no dia 14 de agosto, em mudanças anunciadas na grade da emissora esportiva . Uma das perdas mais comentadas nas redes sociais, a saída de Rafael foi um dos assuntos mais comentados na internet. O nome do comentarista chegou a ser especulado no grupo Globo. O jornalista estava sem contrato desde sua demissão.

Leia também: Trajano manda indireta para desafeto e fala em "morte definitiva" da ESPN

Além de Rafael Oliveira , deixaram a ESPN o editor-chefe Arnaldo Ribeiro, o editor-executivo Eduardo Tironi, a coordenadora dos canais da empresa Renata Netto, o apresentador João Carlos Albuquerque, o 'Canalha', além dos comentaristas Juca Kfouri, Claudio Arreguy e Mauricio Barros. Além do vice-presidente de jornalismo e produção, João Palomino.