Tamanho do texto

Comentarista e outros nomes de peso foram desligados da ESPN Brasil, que está sediada na capital paulista; jornalista estava na emissora há 14 anos

Juca Kfouri arrow-options
RENATO PARADA/Divulgação
Juca Kfouri

A ESPN Brasil desligou oito jornalistas  de seu quadro de funcionários nesta quarta-feira (14). Entre eles, Juca Kfouri, que estava há 14 anos na emissora. Em entrevista ao iG, ele explicou sua saída.

Leia também: Trajano manda indireta para desafeto e fala em "morte definitiva" da ESPN

“Não renovamos o contrato, que vence no próximo dia 29", afirmou Juca Kfouri , que segue na rádio CBN e como colunista no portal UOL e na Folha de S. Paulo".

Além de Juca Kfouri, outros nomes de peso da ESPN foram demitidos. Entre eles o vice-presidente de jornalismo João Palomino e os comentaristas Rafael Oliveira, Arnaldo Ribeiro e Eduardo Tironi.

Leia também: Juca Kfouri demitido da ESPN: relembre polêmicas do jornalista na emissora

Perguntado se teria algo a declarar sobre os outros desligamentos, Juca Kfouri afirmou não ter "nada a dizer, além de estar surpreso".

Carreira

Juca Kfouri foi chefe de reportagem e diretor de redação da revista ‘Placar’ nos anos 70 e 80. No início da década de 90, também foi diretor de redação da revista ‘Playboy’. Na TV, foi diretor de esportes da Tupi. Depois, passou por Record, SBT e Globo. Também teve passagem marcante no programa ‘Cartão Verde’, da TV Cultura e apresentou o ‘Bola na Rede’, na RedeTV.

Em jornais, escreveu para O Globo, Folha de S. Paulo (veículo em que ainda possui uma coluna) e Lance. Em rádio, faz participações na CBN.

Na ESPN, Juca Kfouri começou sua trajetória em 2005, como comentarista do programa “Linha de Passe”, no qual permanecia até os dias atuais.