Tamanho do texto

Ex-jogador disse que levar brasileiras para a Europa é comum entre atletas e que já fez várias vezes, mas que era todo mundo 'sempre bem cuidado'

vampeta na rádio jovem pan
Reprodução
Vampeta comentou o caso Neymar em programa da Jovem Pan

O ‘caso Neymar’ tem movimentado os programas de esporte pelo Brasil e pelo mundo. Nesta segunda-feira (03), o ex-jogador de futebol e campeão mundial com a seleção brasileira em 2002, Vampeta, comentou sobre o assunto.

Durante participação no programa Esporte Em Discussão , da rádio Jovem Pan, Vamp revelou que é muito comum jogadores pagarem viagens para mulheres brasileiras irem os visitar na Europa, assim como fez Neymar .

“Tem vários caras que levam, mas o nosso menino (Neymar) deve ter feito alguma coisa muito grave. Se você juntar todos os boleiros que jogaram na Europa e colocar em uma roda para conversar, eles vão dizer: ‘O que foi que o cara fez? Porque nós sempre fizemos isso e nunca tivemos problema”, disse.

Vampeta também revelou que levou seis mulheres para Paris após a partida entre Brasil e Colômbia, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2002. O jogo foi disputado em São Paulo, no estádio do Morumbi, e os brasileiros venceram por 1 a 0.

“No dia seguinte eu tinha direito a dez passagens de classe executiva, mas minha família é da Bahia e minha mãe nunca quis sair de lá. Então troquei por econômica cinco e levei seis”, disse.

Especificamente sobre o caso Neymar, Vampeta comentou que o camisa 10 da seleção brasileira deve ter feito algo muito sério para que a menina o acusasse de estupro .

Leia também:  Juventus lança camisa ecológica, mas é criticado nas redes sociais. Veja fotos

“Não vou condenar o Neymar por antecipação, porque você tem que escutar o outro lado, mas acho que ele fez alguma coisa muito grave, porque levar mulheres para o exterior é comum entre os jogadores brasileiro. Ele é solteiro, muito bem-resolvido financeiramente, deve ter feito algo sério”, finalizou.