Palmeiras e Rede Globo anunciaram nesta quinta-feira (23) o fim da novela pelos direitos de transmissão das partidas do clube pelo Campeonato Brasileiro a partir de 2019. Após muitos encontros e reuniões, as duas partes entraram em acordo e assinaram um contrato de seis anos, válido até o fim de 2024.

Leia também: Palmeiras acerta com a Globo e os memes bombam na internet; veja alguns

Um dos grandes impasses da negociação era a multa de 20% imposta pela  Globo  por conta da assinatura do contrato do clube com a  Turner . Outro ponto importante era o valor exigido pela diretoria do Palmeiras , que não aceitava receber uma quantia tão inferior ao que recebem Flamengo e Corinthians pelo  PPV  .

Confira abaixo os principais momentos deste imbróglio:

Assinatura com a Turner

Globo x Esporte Interativo
Montagem
Globo x Esporte Interativo

Tudo começou em dezembro de 2016, quando o Palmeiras, então campeão brasileiro, assinou contrato com a Turner, grupo ao qual pertencem os canais Esporte Interativo e TNT , para as transmissões do alviverde em TV fechada a partir de 2019.

Tendo mais essa garantia financeira, fora o patrocínio da Crefisa , o clube paulista se sentiu mais confortável para pressionar a emissora carioca a aumentar o valor pago por seus direitos de transmissão .

Diferenças financeiras e conceituais

No dia da abertura do  Campeonato Brasileiro de 2019, contra o Fortaleza, excluisiva do EI, o Palmeiras divulgou uma nota oficial em que afirmava que a falta de acordo com a TV Globo, detentora dos direitos de transmissão do campeonato, para ter seus jogos exibidos na TV aberta e, também, no pay-per-view. 

“Há diferenças financeiras e conceituais a superar. Cabe esclarecer que nosso posicionamento está embasado em critérios absolutamente técnicos, com ênfase em audiência, performance esportiva destacada e na relevância da marca Palmeiras, considerando não apenas a evolução dos últimos anos, mas sobretudo a perspectiva para os próximos”, dizia um trecho da nota. 

Leia também: Assim como o Palmeiras, outros clubes já bateram de frente com a Globo; relembre

Primeiro jogo sem transmissão de TV

O torcedor do Palmeiras viveu uma situação diferente para acompanhar a partida do time contra o CSA, em Maceió, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro.

Como os alagoanos não fecharam com a Turner, e os alviverdes ainda não haviam entrado em acordo com a Globo, nenhuma das emissoras fez a transmissão do jogo. Para acompanhar o time do coração, os palmeirensesm que não estavam no estádio Rei Pelé tiveram que recorrer ao bom e velho rádio .

Xingamentos à Globo

Equipe do Esporte Interativo vibrou com os xingamentos da torcida do Palmeiras
Reprodução / TNT
Equipe do Esporte Interativo vibrou com os xingamentos da torcida do Palmeiras

A partida entre Palmeiras e Internacional, pelo Campeonato Brasileiro, teve transmissão exclusiva do Esporte Interativo, pelo canal TNT. Já no final do jogo, a torcida do Verdão presente no Allianz Parque começou a protestar contra a Rede Globo, e a reação do narrador André Henning e do comentarista Mauro Beting foi no mínimo inusitada.

O episódio aconteceu aos 47 minutos da segunda etapa, quando os torcedores, em apoio à decisão da diretoria de não fechar com a emissora carioca, começaram a entoar o coro: "Rede Globo , vai se f***, o meu Palmeiras não precisa de você".

Neste momento, Mauro Beting cutucou André Henning, pediu silêncio para o colega, e sussurrou: "A Globo vai se f***". O narrador então ficou calado para escutar os gritos e vibrou junto ao comentarista. Assista aqui

Multa e tempo de contrato

As duas partes tiveram uma reunião para tentar um acerto no início de maio, porém mais uma vez o encontro acabou sem solução devido a dois impasses: a multa imposta pela emissora carioca e o tempo de contrato desejado pelas partes.

Você viu?

Assim como fez com Santos, Internacional, e outros clubes que acertaram com a Turner , a Globo queria impor uma multa contratual de 20% ao Palmeiras , que considerou o valor absurdo e abriu mão do valor cheio pelos direitos de transmissão, que tinham sido acertados.

Outro impasse na negociação era o tempo de contrato, o clube paulista desejava uma duração de dois anos, enquanto a emissora queria que o acordo fosse mais longo.

Leia também: Apresentador do SporTV reclama de imagem de Palmeiras X Santos na TNT

Procon na parada

Sem os jogos de Palmeiras e Athletico, que também não havia assinado com o serviço PPV, os torcedores que aderiam ao pacote deixariam de assistir 76 partidas, cerca de 20% do Campeonato. Enquanto o impasse entre a Globo, e seu serviço PPV, e o Verdão continuasse, os torcedores teriam que acompanhar os jogos pelo Esporte Interativo ou pelas rádios. 

Procon notificou algumas emissoras exigindo desconto nos pacotes PPV. Essa notificação foi feita também antes do início da competição. Porém, não houve confimação do cumprimento da medida.

Sucesso em transmissão própria

Torcida do Palmeiras apoiou o clube na rixa com a Globo
Divulgação
Torcida do Palmeiras apoiou o clube na rixa com a Globo

A vitória do Palmeiras sobre o Atlético-MG, por 2 a 0, não teve transmissão de TV. Os torcedores que não estiveram no Mineirão tiveram que recorrer a rádios como forma de acompanhar ao vivo o placar do confronto. E as contas oficiais do Palmeiras prestaram esse serviço de narração em tempo real.

O clube alviverde, através de seu canal no Youtube e também Facebook , fez a transmissão e obteve resultados muito satisfatórios. Aproximadamente 1 milhão de pessoas passaram pela transmissão, segundo informou o clube.

Globo deu o troco

Pela primeira vez na história, a TV Globo anuciou que colocará jogos da Copa do Brasil no PPV. O torneio sempre foi transmitido na TV aberta ou pelo Sportv. A ideia da era fazer com que os torcedores do Palmeiras que assinaram o PPV para assistir aos jogos do clube alviverde no Brasileirão não cancelassem seus pacotes, como vinha acontecendo.

E, também, para dar uma resposta ao Procon. Com as ausências de Athletico-PR e Palmeiras no Brasileirão, a emissora pretendeia compensar a falta de jogos desses dois clubes no campeonato de pontos corridos colocando as partidas de ambos na Copa do Brasil no canal Premiere.

Links piratas

Globo derrubou transmissões nas redes sociais
Reprodução / YouTube
Globo derrubou transmissões nas redes sociais

Além de escutar os jogos pelo rádio, ou ir ao estádio, os torcedores ganharam uma outra opção para acompanhar o clube: assistir as partidas através de transmissões "piratas" nas redes sociais. 

Através do YouTube, Facebook, Instagram ou Twitter, torcedores do Palmeiras presentes no estádio nos jogos contra o CSA e Atlético-MG, que não tiveram transmissão em nenhum canal de TV, fizeram transmissões ao vivo para que o resto da torcida pudesse acompanhar as partidas.

O que os palmeirenses não contavam era com a ação da Rede Globo , que conseguiu derrubar as lives por meio da reivindicação de direitos autorais . Alguns torcedores inclusive tiveram seus perfis excluídos em redes sociais.

Leia também: Maiores prejudicados, torcedores do Palmeiras apoiam o clube em rixa com a Globo

Voo atrasado impediu acerto

Quando todos acreditavam em um acordo, o atraso em um voo deixou tudo estagnado.  Segundo informações do colunista Daniel Castro, do blog "Notícias da TV", o atraso no avião que levou parte da comitiva da Globo para o sorteio das oitavas de final da Libertadores, realizado no Paraguai, impediu uma reunião que já estava marcada com dirigentes do Palmeiras .

A intenção da emissora era conversar com o clube alviverde em Assunção, capital paraguaia, para, enfim, encerrar a novela. Diante desse imprevisto no voo, o diretor de gestão do futebol do esporte da Globo, Fernando Manuel Pinto, e o presidente do Palmeiras , Maurício Galiotte , tiveram apenas uma rápida conversa de 15 minutos, sem qualquer desfecho.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários