Tamanho do texto

Torcida e conselheiros do Corinthians pediram a demissão de Rosenberg na semana passada depois do diretor comparar as dificuldades dos investidores de ingressar no mercado brasileiro com uma futura esposa com aids

Rosenberg pediu demissão do cargo de diretor de marketing do Corinthians
Reprodução
Rosenberg pediu demissão do cargo de diretor de marketing do Corinthians

Nesta segunda-feira (25) o Corinthians anunciou a demissão de Luis Paulo Rosenberg, diretor de marketing do clube que se envolveu em uma polêmica na semana passada.

Leia também:  Jornalista Roberto Avallone falece em SP aos 72 anos após parada cardíaca

Ao apresentar seu novo projeto em um programa da ESPN Brasil , Luis Paulo  Rosenberg comparou a dificuldade de encontrar uma empresa para o naming rights da Arena Corinthians com uma mulher com Aids.

A frase proferida pelo dirigente foi a seguinte. "O apelo da marca Corinthians é tão grande que temos quatro grandes grupos interessados em vir. É mais ou menos ... Eles se sentem na situação de estar vendo a esposa perfeita, com dotes culinários, formada com MBA no exterior, uma mãe de filhos maravilhosos, mas parece que tem um teste de Aids positivo. Como é que eu encaixo a camisinha é o grande desafio”.

Na curta nota divulgada no site do Corinthians, fica claro que após a pressão de conselheiros e da torcida , na semana passada, Rosenberg pediu demissão do cargo . Quem assume temporariamente é o presidente do time alvinegro, Andrés Sanchez. Leia abaixo o comunicado.

O Sport Club Corinthians Paulista comunica que foi aceito o pedido de desligamento de Luis Paulo Rosenberg do cargo de diretor de Marketing.  Interinamente, o expediente passa a ser acumulado pelo presidente da agremiação, Andrés Sanchez.

Bacharel em economia pela Universidade de São Paulo (USP), Luis Paulo Rosenberg tem um longo currículo no time do Parque São Jorge. Entre os anos de 2008 e 2012 ele teve sua primeira passagem como diretor de marketing do Corinthians .

Após esse período, foi eleito vice-presidente e exerceu o cargo de 2012 a 2015 e foi um dos idealizadores da construção da Arena Corinthians. Além de ajudar no projeto do Programa Fiel Torcedor, Rosenberg também foi responsável pela contratação de Ronaldo Fenômeno, em 2009.

Leia também:  Coluna - Técnicos brasileiros acham que futebol é receita, mas dá dor de barriga

Recentemente, a equipe de marketing do Corinthians comandada por Rosenberg , lançou a campanha Corinthianismo, na qual associa a equipe da zona leste de São Paulo a uma religião.

    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas