Tamanho do texto

Mauricio Galiote e Leila Pereira divulgaram a renovação do maior patrocínio da América Latina por mais três temporadas. Confira os valores:

Palmeiras e Crefisa renovaram o contrato e patrocínio por mais três temporadas
reprodução / Twitter
Palmeiras e Crefisa renovaram o contrato e patrocínio por mais três temporadas

Palmeiras e Crefisa anunciaram nesta quarta-feira (23), em entrevista com os presidentes Mauricio Galiote e Leila Pereira, o acordo pela renovação do contrato de patrocínio por mais três anos, em parceria que pode render mais de R$ 400 milhões para o clube.

Leia também: 'Rei do Allianz', atacante Dudu pode chegar a marca de 100 jogos no estádio

Para estampar suas marcas na camisa do Palmeiras , a Crefisa pagará um valor fixo de R$ 81 milhões por temporada, que somado com as luvas e possíveis premiações por títulos, além do pagamento de salário de jogadores, pode chegar em R$ 410 milhões.  

"Mais do que um patrocínio . Estamos falando de uniformes, propriedades de marca, de luvas, de premiação por performance. Vai além de um patrocínio de camisa. Queria deixar aqui minha mensagem de orgulho e agradecimento. Nossos objetivos são muito grandes, e um patrocínio importante é fundamental para o Palmeiras atingir os objetivos", afirmou Mauricio Galiote.

Leia também: Após se classificar na Copinha, Palmeiras ajuda time do Acre a voltar para casa

Na sequência, Leila Pereira detalhou os valores do patrocínio, que é o maior da América Latina entre os clubes de futebol.

"A Crefisa e a FAM tiveram participação importante nesse protagonismo do Palmeiras. Temos que falar de valores. São valores reais. O contrato é um patrocínio de rês anos, até 2012, anualmente, pela camisa, são 81milhões. De propriedade de marketing, R$ 6,8 milhões. Além disso, são R$ 15 milhões de luvas pela renovação de patrocínio, mais os prêmios, que totalizam R$ 34 milhões. São R$ 136 milhões ao ano. Em três anos, cerca de R$ 410 milhões. São valores que farão toda a diferença no que queremos para o Palmeiras", contou a presidente da Crefisa.

Questionada sobre as contantes menções ao patrocínio da Crefisa ao Verdão durante entrevistas coletivas da diretoria do Corinthians, Leila sugeriu que os clubes procurem parceiros como ela.

Leia também: "Cor da inveja"! Palmeiras exibe seu novo uniforme, que agora é da Puma

"Os outros clubes não devem ficar incomodados, deveriam seguir o modelo do Palmeiras. Gostaria que nossa parceria seguisse de exemplo. É bom para o futebol brasileiro. Imagina se todos os clubes tivessem um patrocinador parecido. Em vez de ficar incomodados, deveriam buscar um parceiro como o Palmeiras tem", cutucou a patrocinadora.

    Leia tudo sobre: Futebol