Tamanho do texto

Alviverde faz jogo equilibrado fora de casa contra a equipe argentina, mas Benedetto muda o jogo ao sair do banco e dá boa vantagem aos xeneizes

Benedetto saiu do banco para mudar o jogo e dar vantagem ao Boca na semifinal da Libertadores
Divulgação
Benedetto saiu do banco para mudar o jogo e dar vantagem ao Boca na semifinal da Libertadores

O Palmeiras foi para Buenos Aires e acabou derrotado pelo Boca Juniors no primeiro jogo da semifinal da Libertadores pelo placar de 2 a 0. Os dois gols foram marcador por Benedetto, que saiu do banco para mudar a história da partida, que era muito equilibrada até os minutos finais.

Leia também: Boca faz ótimo resultado e Palmeiras precisa de maior inspiração para avançar

Com o resultado, o Boca pode até perder por um gol de diferença na partida de volta da semifinal da Libertadores.  O Palmeiras, por sua vez, precisa fazer três gols de diferença para se garantir na final. Em caso de vitória por 2 a 0, a decisão irá para os pênaltis. Se o time brasileiro vencer por dois gols de diferença, mas levando pelo menos um gol, os argentinos avançam por conta da regra do gol fora. 

Contado com o apoio do caldeirão da Bombonera, o Boca partiu para cima da equipe brasileira desde os primeiros instantes de jogo. O Palmeiras, por sua vez, procurava se defender e encontrar espaço nas pontas para armar um contra ataque.

O Boca assustou aos sete minutos em chute de fora da área de Pérez, que passou por cima do gol de Weverton. Oito minutos depois, o time argentino teve outra ótima chance: após saída ruim do goleiro palmeirense em cobrança de escanteio Izquierdoz testou com força e a bola passou raspando a meta.

Leia também: Cristiano Ronaldo reencontra Ferguson em Old Trafford: "Me ensinou muito"

Após a pressão inicial da equipe xeneize, o Palmeiras conseguiu igualar as ações da partida. Bem na marcação, principalmente no meio de campo com Bruno Henrique e Felipe Melo, a equipe brasileira diminuiu o ritmo da partida e parou de sofrer com as as investidas do adversário na primeira etapa.

Após um final de primeiro tempo morno, as duas equipes voltaram mais velozes para a segunda etapa. A primeira chance foi do Palmeiras, quando Willian recebeu pela meia esquerda, invadiu a área e bateu rasteiro, mas acertou a rede pelo lado de fora.

O Boca também tentava atacar, principalmente em cruzamentos para a grande área. No entanto, o miolo de zaga alviverde, sempre com o apoio de Felipe Melo, afastava todas as tentativas do time argentino.

Leia também: Marcelo nega proposta da Juventus e discute com jornalista 

Impecável na defesa, a equipe brasileira voltou a chegar no campo adversário aos 23 minutos, quando Dudu virou em cima do marcado e bateu de perna esquerda da entrada da área, mas acabou mandando à direita do gol de Rossi.

Felipão fez sua primeira mudanças apenas aos 30 minutos da segunda etapa, ao colocar Deyverson na vaga de Borja. Os argentinos também mudaran, e Villa e Benedetto entraram no jogo.

Aos 36 minutos, o Boca teve a melhor chance da partida: Olaza cobrou falta com precisão e Weverton voou quase no ângulo esquerdo para fazer um verdadeiro milagre na Bombonera e espalmar para escanteio. 

A defesa espetacular do arqueiro alviverde, no entanto, de pouco adiantou. Na cobrança do escanteio, a bola veio na cabeça de  Benedetto , que ganhou de Felipe Melo e testou firme para abrir o placar para a equipe xeneize.

Aos 42, o pesadelo do Palmeiras ficou ainda maior: Benedetto recebeu na entrada da área, tirou de Luan e soltou a bomba para vencer Weverton e aumentar a vantagem do time da casa.

Valente e bem postado durante praticamente o jogo inteiro, o Palmeiras se perdeu no final da partida e foi castigado pela madura equipe comandada por Guillermo Schelotto. Agora, a equipe brasileira precisa de um milagre dentro de casa para avançar à final da Libertadores.

Grêmio se dá bem na semifinal da Libertadores

Voltando de lesão, Michel foi o autor do gol que deu vantagem ao Grêmio na semifinal da Libertadores
Divulgação
Voltando de lesão, Michel foi o autor do gol que deu vantagem ao Grêmio na semifinal da Libertadores

Na noite da última terça-feira (23), o Grêmio também foi à Argentina e derrotou o River Plate pelo placar de 1 a 0  pela outra semifinal da Libertadores . O gol da equipe gaúcha foi marcado por Michel. Atual campeão da América, o Tricolor decide a vaga em casa, na próxima semana e joga pelo empate.

    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.