Tamanho do texto

Timão é derrotado por 1x0 e vai precisar reverter o placar em Itaquera

Colo-Colo de Valdivia venceu o Corinthians no jogo de ida das oitavas de final da Libertadores
Divulgação
Colo-Colo de Valdivia venceu o Corinthians no jogo de ida das oitavas de final da Libertadores

O Corinthians saiu atrás do Colo-Colo no duelo válido pelas oitavas de final da Copa Libertadores da América . Em jogo realizado no estádio Monumental David Arellano, em Santiago, na noite desta quarta-feira (8), a equipe chilena venceu o Timã pelo placar 1x0, com gol do volante Carmona. O volante Gabriel foi expulso no início da segunda etapa, deixando a equipe brasileira com um homem a menos durante metade da partida.

Leia também: Real Madrid anuncia contratação de Courtois

Agora, o Corinthians  vai precisar reverter o resultado em Itaquera para conseguir uma vaga nas oitavas de final. O jogo de volta será disputado no dia 29 de agosto.

O jogo

O Corinthians começou a partida com uma proposta diferente da que vem sendo utilizada pela equipe do Osmar Loss nos últimos jogos. Ficando mais com a bola, o time brasileiro tomou a iniciativa do jogo nos primeiros minutos. 

Apesar de um certo domínio, o Timão não conseguiu assustar o adversário, mas manteve o controle do jogo nos 15 minutos iniciais. No entanto, o Colo-Colo conseguiu equilibrar a partida, com investidas rápidas para o campo de ataque e cruzamentos para a área.

Leia também: Keno comemora primeiro gol pelo Pyramids e rápida adaptação no Egito

E foi exatamente nas bolas aéreas que a equipe da casa começou a assustar: aos 27 minutos, Danilo Avelar fez corte providencial em chute de Paredes após bola alçada na grande área corintiana. Abusando das faltas nas laterais, o time brasileiro dava oportunidades para os chilenos.

Aos 33, após novo cruzamento, a bola sobrou para Zaldivia sozinho na pequena área, mas Cássio se agigantou e evitou o gol. Cinco minutos depois, no entanto, o Colo-Colo armou contra ataque rápido pela ponta direita, Opazo cruzou para Barrios, que chutou para nova defesa de Cássio. A bola sobrou para Carmona, que bateu da marca do pênalti e abriu o placar.

Depois do gol, o time da casa voltou a abrir da mão da posse de bola e deu espaço aos brasileiros, mas o Corinthians, abatido, não conseguiu produzir nenhuma jogada de perigo até o final da primeira etapa.

No segundo tempo, o jogo seguia no mesmo ritmo morno, mas a vida do Corinthians ficou mais complicada aos oito minutos. Gabriel, que já tinha cartão amarelo, entrou forte em  Carmona no meio do campo e foi expulso. Para suprir a perda do volante, Osmar Loss sacou Jadson da equipe e colocou Léo Santos.

Leia também: Corinthians contrata o atacante Juninho, do Sport

Parecendo satisfeito com o resultado e apostando em uma virada na partida de volta, o Corinthians se postou no campo de defesa e passou a cuidar mais da bola. O Colo-Colo, por sua vez, não pressionava muito e deixava o tempo passar.

Aos 30 minutos, Emerson Sheik entrou na vaga de Clayson. A entrada do veterano deu mais dinamismo ao ataque corintiano, que chegou a assustar aos 39 em chute de Danilo Avelar, que passou perto da meta defendida por Orion.

Aos 41, o Colo-Colo perdeu um gol incrível: Valdés bateu de fora da área e Cássio foi mal deu rebote, Perez ficou com a sobra sozinho, mas mandou por cima do gol. No lance seguinte, o goleiro corintiano se redimiu e fez defesa espetacular em chute de Barrios, que bateu à queima roupa da entrada da pequena área.

Aos 46 minutos da etapa final, Cássio voltou a brilhar e espalmou chute forte de Pérez, que pegou de primeira após cruzamento de Fierro. Apesar da pressão nos últimos minutos, o Corinthians conseguiu segurar o Colo-Colo para se manter vivo na Libertadores.

Após a derrota pela Libertadores, o Corinthians volta a campo no próximo domingo (11), pelo Campeonato Brasileiro. Tentando entrar na zona de classificação para a Libertadores, o Timão vai à Santa Catarina enfrentar a Chapecoense.

    Leia tudo sobre: Futebol