Pela recuperação da Chapecoense após o acidente aéreo na Cololômbia, em novembro de 2016, o Laureus Awards , que é considerado o "Oscar" do esporte, premiou nesta terça-feira (27) o clube catarinense na categoria " Melhor Momento Esportivo de 2017 ".

Leia também: Justiça suspende estreia de filme sobre a tragédia da Chapecoense

undefined
EPA/Reprodução
O ex-goleiro Jackson Follmann segurando o prêmio vencido pela Chapecoense

Com a participação de diversas personalidades do esporte, o evento foi realizado no principado de Mônaco, no sul da França. A escolha do vencedor da categoria onde a Chapecoense foi a vencedora foi feita através de uma votação popular no site do Laureus.

Em 2017, mesmo tendo pouco tempo para se reestruturar da tragédia, a Chapecoense conseguiu conquistar o Campeonato Catarinense e se classificar para a Libertadores, após ficar na oitava colocação no Brasileirão.

Durante o evento, o tenista suíço Roger Federer também faturou dois prêmios, o de Melhor Retorno e o de Melhor Atleta Masculino, desbancando o português Cristiano Ronaldo. Outra tenista, a norte-americana Serena Williams, foi eleita a Melhor Atleta Feminina do ano.

Leia também: Um ano depois, as perguntas e respostas sobre a tragédia da Chapecoense

O quarto título mundial de Fórmula 1 abriu caminho para a Mercedes vencer na categoria Melhor equipe de 2017, superando o Real Madrid, o Golden State Warriors e o New England Patriots.

O ex-jogador e ídolo da Roma, Francesco Totti, ganhou o prêmio de Conquista Excepcional pela sua história com a camisa do clube da capital e por ser considerado um símbolo no esporte. O atual dirigente giallorosso se aposentou em maio de 2017.

Leia também: "Ão, ão, ão, abastece o avião": Torcedores do Criciúma ofendem a Chapecoense


    Leia tudo sobre: Futebol

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários