Tamanho do texto

"Quero voltar, mas não vejo essa possibilidade agora. Vim para visitar o Modesto, as jogadoras e assistir o jogo", afirmou a ex-Santos

Marta e Modesto Roma, presidente do Santos FC
Reprodução/ Santos FC
Marta e Modesto Roma, presidente do Santos FC

O time feminino do Santos recebeu uma visita ilustre neste último domingo (2), na Vila Belmiro. Ao lado do presidente Moderto Roma, Marta marcou presença na torcida para as Sereias da Vila, como são conhecidas as jogadoras do time da Baixada. Além disso, a atacante do Rosengard, da Suécia, não descartou a hipótese de um dia voltar ao time santista.

LEIA TAMBÉM: Neymar elogia Tite e diz que ele resolveu problemas na seleção: "Deu liga"

"É visita mesmo, coincidiu com minha apresentação na seleção. Fiquei sabendo do jogo e fiz questão de rever todo mundo e aproveitei para assistir à partida", disse Marta à "TV Tribuna". "Eu tenho muito carinho pelo Santos, fui feliz aqui e foi uma ótima oportunidade de jogar no Brasil de novo depois de tanto tempo na Europa. Quero voltar, mas não vejo essa possibilidade agora. Vim para visitar o Modesto, as jogadoras e assistir o jogo".

A presença de Marta deu sorte ao time do Santos, que venceu o Vitória por 3 a 1 no Campeonato Brasileiro. "É uma entidade que me identifico bastante e criei carinho muito grande com todos, funcionários, como Modesto, que hoje é presidente e, na naquela época, trabalhava exclusivamente pra gente. Então, é amizade de bastante tempo", completou a jogadora.

A passagem pela cidade de Santos aconteceu diante de um encaixe na agenda, já que a eleita cinco vezes melhor jogadora do mundo vai se apresentar à seleção brasileira de futebol feminino nesta segunda-feira (3), em Manaus. As mulheres do time canarinho farão um amistoso contra a Colômbia na capital amazonense no dia nove deste mês.

LEIA TAMBÉM: Fifa entrega à Justiça relatório de escândalo de corrupção e inclui brasileiros

Santos

Marta
Reprodução
Marta

A craque teve duas passagens pelo time de Santos. A primeira, aconteceu em 2009, quanfo foi emprestada pelo Los Angeles Sol. Naquele ano, foi campeã da Copa do Brasil e da Libertadores da América. A segunda oportunidade aconteceu em 2011.

LEIA TAMBÉM: Após sete anos, seleção brasileira será líder do ranking da Fifa mais uma vez

Com o time da Baixada, Marta fez 39 gols em 26 partidas. Pela seleção, a atacante se tornou a maior artilheira da história das Copas do Mundo, com 15 gols marcados. São 103 gols totais com a camisa do Brasil.

    Leia tudo sobre: futebol