Tamanho do texto

Após Inter e Milan, Palermo pode ser mais um clube italiano vendido aos chineses

Maurizio Zamparini, presidente do clube italiano Palermo
Divulgação/Palermocalcio.it
Maurizio Zamparini, presidente do clube italiano Palermo

Depois do Internazionale e do Milan, mais um clube italiano pode ser vendido para investidores chineses: o Palermo. De acordo com Maurizio Zamparini, presidente do clube, "estamos em negociação há quatro ou cinco meses". Em entrevista à rádio italiana Anch'io Sport, o mandatário disse "Quero vender (o clube) verdadeiramente porque tenho 75 anos".

Leia mais: "Moro em lugar imundo e ele ganha milhões", diz mãe de atleta do Manchester City

Há dois anos existem buscas do clube italiano por compradores e ele inclusive, chegou a negociar com investidores norte-americanos, mas nada concreto. Zamparini ainda lembrou que "famílias importantes como Moratti [Inter] e Berlusconi [Milan] venderem as suas sociedades ou ainda importantes clubes ingleses ou de outros países passar para as mãos de árabes ou dos chineses".

Ainda segundo Zamparini, os principais motivos de venda dos tradicionais clubes europeus tem uma explicação: a crise econômica que atinge a Europa desde 2008. "Há uma crise que todos sentem e não é fácil encontrar investidores importantes na Itália. Os empresários árabes ou chineses, fora desse círculo, eu não conheço ninguém. Entram no futebol para ter um retorno midiático. [Roman] Abramovich era bilionário antes de comprar o Chelsea, mas ninguém o conhecia", acrescentou.

Leia mais: Foi só um susto! Van Persie não corre o risco de perder a visão de um olho

CAMPEONATO ITALIANO

Enquanto o clube não é vendido, o cartola reforça que buscará a melhor temproada possível enquanto estiver no comando da equipe. "No jogo com o Milan, jogamos de igual para igual e perdemos por dois momentos-chave. Eu vi um bom Palermo, que pecou pela falta de experiência e que ainda estava sem alguns titulares. O técnico De Zerbi está trabalhando bem, mesmo que não tenha muita experiência, mas nós estamos ajudando-o. Eu estou confiante em uma retomada após a pausa, será melhor", disse sobre a pausa no fim de ano do Campeonato Italiano.

Leia mais: China consagra Ricardo Goulart: artilheiro, melhor jogador e seleção do torneio

Após 12 rodadas do torneio italiano, o Palermo está na vice-lanterna, com apenas seis pontos - à frente apenas do estreante Crotone.

    Leia tudo sobre: futebol