Tamanho do texto

Após festa do Palmeiras, colunista do iG compara campanhas dos times; veja

Após o final do Brasileirão, o colunista Guilherme Pallesi faz uma análise da colocação de cada time na tabela de classificação. O jornalista também aproveitou para montar a seleção dos piores e uma do melhores da competição, tem muito surpresa; clique no vídeo, confira e deixe seu comentário.

Leia também: Alô, Andrés: só Carille não basta! Fica a dica


Rodada final do Brasileirão

O campeão brasileiro Palmeiras entrou em campo apenas para levantar a taça e cumprir tabela, assim como o já rebaixado Vitória. Nos outros jogos da rodada, Sport, América-MG, Chapecoense, Vasco e Fluminense começaram suas partidas querendo escapar do rebaixamento no Brasileirão .

Sport e América-MG, que começaram a 38ª rodada já na zona de rabaixamento do Brasileirão , levaram a pior e disputarão a Série B em 2019. Na briga pelo G-4 , o Grêmio venceu o Corinthians e ficou na frente do São Paulo, que foi derrotado pela Chapecoense.

Palmeiras x Vitória 

Mayke, Bruno Henrique e Weverton foram palmeirenses em destaque
Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação
Mayke, Bruno Henrique e Weverton foram palmeirenses em destaque

O primeiro tempo da partida no Allianz Parque foi tranquilo, até pela falta de objetivo das equipes. O Palmeiras , com mais qualidade técnica foi quem abriu o placar com Edu Dracena, que aproveitou boa jogada e cruzamento de Dudu para marcar seu segundo gol com a camisa do Palmeiras.

Leia também: Libertadores, a competição que adora passar vergonha. Infelizmente

A segunda etapa já foi mais agitada, aos 11 Gustavo Scarpa abriu 2 a 0 em chute de fora da área. O gol pareceu ressuscitar a equipe do Vitória, que foi buscar o empate com gols de Yago, de pênalti, e Luan, em linda jogada.

Aos 44 minutos, porém, o Palmeiras retomou a frente do placar com o capitão Bruno Henrique, o seu 16º na temporada, para selar o título do Verdão.

Leia também: Acorda Andrés: ficar com Jair Ventura em 2019 será catastrófico

Com o resultado, o Palmeiras de Felipão igualou a campanha do time campeão do  Brasileirão  em 2016, sob o comando de Cuca, com 80 pontos. Apenas o Corinthians de 2015 teve pontuação maior desde que a competição começou a ser disputada por 20 clubes no modelo de pontos corridos.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.