Tamanho do texto

Narciso sempre foi um defensor com habilidade e por isso passou de zagueiro para volante ainda no Santos. Com atuações por Flamengo e seleção brasileira o "Velho Narça" relembra a maior conquista de sua vida: a vitória contra o câncer. O ex-volante é o personagem do oitavo episódio do Resenha!

O início da carreira de Narciso foi como zagueiro. Altura e postura sempre fizeram o defensor se destacar nas categorias de base e na chegada ao futebol profissional . Tanto que no Santos , por exemplo, deixou a zaga para ser volante. Tudo por suas características de bom passe e vissão privilegiada.

Leia: Santos surpreende e contrata Sampaoli

Narciso sempre despertou críticas da imprensa e da torcida. Lembro como ele gostava de driblar em pontos cruciais do campo. As vezes dava muito certo e por outras não! E aí apareciam as opiniões diversas sobre a postura do jogador . Mas Narciso sempre foi muito seguro e sabia o que estava fazendo. Tinha o princpal em um atleta pr ofissional : coragem!

Assista: Manoel Maria: o irmão de Pelé

Narciso ficou conhecido no futebol nacional quando chegou ao Santos em 1994 e logo no ano seguinte participou da campanha do vice-campenato brasileiro polêmico ( assista no vídeo acima ). Mais a frente seguiu na função de volante até que no final da década de 90 foi para o Flamengo .

No Rio de Janeiro vestiu a camisa 10, sim, a 10 de Zico! As atuações entre Santos e Flamengo o levaram a seleção brasileira ( veja no vídeo ). Quando retornou ao Santos , em 2000, Narciso passou pelos exames da pré-temporada alvinegra e alí o jogador descobriu que teria pela frente a maior partida de sua vida.

Assista: Juary e as hilárias histórias do Santos

Vencer a Leucemia não é para qualquer um. Narciso tinha uma vida regrada, de atleta mesmo. Não era visto em noitadas, não era visto bebendo... A luta do "velho guerreiro" teve inicio mediatamente e durou quase três anos. E Narciso venceu!

2003. Este foi o ano do retorno de Narciso aos gramados. O ex-jogador fez o transplante de medula e o tratamento em Curitiba e foi justamente lá, contra o Coritiba, que ele retornou ao futebol pelas mãos do técnico Émerson Leão ( veja no vídeo acima ). Narciso entrou nos últimos minutos e foi suficiente para quase marcar um gol e para arrancar aplausos e lágrimas do todo o estádio Couto Pereira.

Leia: Retrospectiva 2018

Este episódio do Resenha Futebol Clube relembra toda a luta de Narciso contra a Leucemia e os detalhes importantes da carreira. Além disso, no vídeo acima, você pode conferir como o hoje treinador Narciso revelou Paulo Henrique Ganso e Neymar , como trabalhou na base dos rivais Palmeiras e Corinthians e o que o "velho guerreiro" vai apresentar para o futebol em 2019.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.