Tamanho do texto

Futebol feminino deixa três legados?

Marta e Cristiane
Rener Pinheiro / MoWA Press
Marta e Cristiane marcaram os gols do Brasil contra a Austrália


               Marta, a maior de todos os tempos, apesar de não ter pela Seleção a medalha de ouro olímpica e o Mundial, deixa um legado dos mais bonitos na história do futebol feminino. Futebol que não parece futebol, porque jamais, aqui, no país do futebol, foi tratado como futebol de verdade. É verdade ou mentira?

Neymar: anjo ou demônio?

               Além de Marta ; Cristiane e formiga, a mais veterana das veteranas, também deixam seus legados para as novas gerações do futebol feminino brasileiro. O problema é que apenas nas competições importantes é que lembramos, todos, que elas existem, verdade ou mentira?

Será que vai melhorar?

               O futebol feminino ganhou mais força, mesmo que sendo pequena, com a obrigatoriedade dos clubes terem seus times femininos. Claro que isso num prazo longo, vai servir para que o esporte se desenvolva. Isso porque o futebol feminino não tem absolutamente nada a ver com o futebol masculino. É quase um outro esporte.

               É assim, porque todos o tratamos dessa maneira, ele ainda não foi inserido nas nossas vidas. Já narrei muitos jogos de futebol feminino, já vi várias bizarrices e várias maravilhas. Como se elas não existissem no “futebol de verdade”, o dos homens. Como se os marmanjos não fossem ruins de bola. Por que só as mulheres ganham esse status?

Cristiane
Divulgação/Fifa
Cristiane se tornou mais velha a fazer três gols em Copas do Mundo


               Não vou entrar no mérito da questão, porque para mim, é óbvio que os trabalhos das seleções femininas ficaram muito aquém do que poderiam ter sido, não porque não tiveram o sucesso maior de conquistas, mas sim, porque jamais foram levados à sério. É sempre no improviso. Dessa vez coisas aconteceram e mais uma vez o caneco não veio.

Champions e sua lição

Mas sempre foi assim... quando vai mudar?

               Aí a gente escuta que todos as outras seleções, as mais fortes, têm o futebol feminino muito mais desenvolvido no país. Eu escuto isso há mais de 20 anos. Será que algum dia, alguém vai olhar de verdade para o futebol feminino? Quem será o Messias das meninas no Brasil?

               Se a coisa não for levada da maneira que tem que ser, com responsabilidade e respeito ao esporte, nada vai mudar. Se pensarmos em seleção apenas perto dos Jogos Olímpicos e Mundiais, a coisa não vai melhorar. O buraco é mais em baixo. O desenvolvimento do esporte passa por muito investimento e acima de tudo, um plano de ações que traga frutos em um planejamento de longo prazo.

Formiga
Reprodução/Twitter
Formiga foi a jogadora que mais atuou pela seleção na história do futebol feminino e disputou seis Olimpíadas


Marta , Cristiane e Formiga , não são eternas, isso foi dito pela Rainha do Futebol logo após a eliminação perante a França, além dela ter razão, o que ela quis dizer também, que do jeito que está, o legado que elas deixam para as novas gerações, pode ser perdido e o esporte vai continuar sendo desprezado no país do futebol... masculino!

 Brasileirão

Quer ser Narrador ou Narradora? Clique aqui!

                E comente: Marta será eternizada no país do futebol?

    Leia tudo sobre: futebol