Tamanho do texto

Desejo do ex-piloto da Fórmula 1 era ver seu filho na principal categoria do automobilismo, e isso deve acontecer em breve

Michael Schumacher na pista
Divulgação / Página Oficial
Michael Schumacher é heptacampeão da Fórmula 1

Muito pouco se sabe sobre o estado de saúde de Michael Schumacher, que sofreu um grave acidente de esqui no final de 2013 e, desde então, a família do heptacampeão da Fórmula 1 vem mantendo sua situação da forma mais sigilosa possível.

Leia também: F1 libera vídeo comparando testes de Schumacher e do filho na Ferrari; assista

Entretanto, mesmo após mais de cinco anos, Michael Schumacher pode realizar um dos grandes sonhos da sua vida: ver o filho correndo na F1.

Em entrevista ao site "Motorsport Total", Willi Weber, que trabalhou por muito tempo como gerente de Schumi, revelou que o piloto já estava impaciente para que seu filho Mick Schumacher alcançasse a principal categoria do automobilismo.

Mick Schumacher usando as cores da Ferrari
Reprodução / Fórmula 1
Mick Schumacher usando as cores da Ferrari

Leia também: Cinco anos após acidente, o que se sabe sobre o estado de saúde de Schumacher?

"Eu estive algumas vezes com Michael Schumacher quando ele estava com Mick para ver as corridas de kart, onde ele deu seus primeiros passos no esporte. Tive a impressão de que Michael estava ansioso para levá-lo à  Fórmula 1 e gerenciar toda vida do filho nisso", disse.

Michael Schumacher o filho Mick Schumacher
Autosport / Reprodução
Michael Schumacher o filho Mick Schumacher

"Esse seria o final perfeito de toda história, é um sonho para Michael. Ele amaria e sabe de tudo. Ele sabe a forma de falar com as equipes, como tudo funciona, até porque passou por todas as experiências. Essa era a sua ambição, Mick na F1", continuou Weber.

Leia também: Filho de Schumacher diz que comparação com o pai "não pesa e não é problema"

E tudo indica que esse desejo do ex-piloto deve se concretizar em breve. Mick Schumacher, atualmente com 20 anos de idade, brilhou recentemente na Fórmula 3, tem feito alguns testes na academia da Ferrari, no Bahrein, e sua introdução na Fórmula 1 é questão de tempo.

Em dezembro de 2013, enquanto Michael Schumacher  curtia férias nos Alpes suíços, a vida do heptacampeão de F1 mudou ao colidir com uma rocha em uma pista de esqui. O alemão ficou seis meses no hospital em coma, hoje recebe tratamento em casa e seu verdadeiro estado de saúde ainda é um grande mistério.