Tamanho do texto

Pentacampeão da Fórmula 1, Hamilton chegou a ter sua vitória, mas ganhou pela segunda vez no circuito que é seu "calcanhar de Aquiles"

Com a vitória de Lewis Hamilton, a Mercedes levou o Mundial de Construtores
Reprodução / F1
Com a vitória de Lewis Hamilton, a Mercedes levou o Mundial de Construtores

O britânico Lewis Hamilton largou na pole position, chegou a ser ultrapassado por Max Verstappen, que fez grande corrida, mas recuperou a primeira posição e foi o vencedor do Grande Prêmio do Brasil .

Leia também: Haas confirma Pietro Fittipaldi como piloto de testes na Fórmula 1 para 2019

Com a vitória de Lewis Hamilton , a Mercedes conquistou o título do Mundial de Construtores da Fórmula 1 pelo quinto ano consecutivo, desde 2014.

"Os caras trabalharam duro nos últimos seis anos. Essa vitória do título é para eles. Foi a melhor corrida que poderíamos ter. Eu não sei o que aconteceu com Verstappen, se ele errou. Eu sabia que ele ainda tentaria se recuperar, ele é cara que ataca e nunca desiste. Mas eu resisti", afirmou o britânico.

Hamilton só foi ameaçado na passagem das equipes pelos boxes, quando Verstappen assumiu a liderança, que foi perdida após se chocar com o retardatário Esteban Ocon, da Force India, e rodar na pista, ficando em segundo até o final da corrida.

Leia também: Ayrton Senna não estava feliz com sua vida e bastante chateado com Schumacher

O terceiro lugar ficou com Kimi Raikkonen, da Ferrari, seguido por Daniel Ricciardo (Red Bull) foi o quarto, com Valtteri Bottas (Mercedes) em quinto e Sebastian Vettel (Ferrari) em sexto.

Em  entrevista coletiva antes da corrida, o pentacampeão Hamilton falou sobre sua relação com o circuito de São Paulo, e admitiu que ele é o seu "calcanhar de Aquiles".

"Interlagos é um dos circuitos mais complicados do ano. O clima é sempre uma questão, tem bastante desgaste de pneu. É um circuito desafiador na parte física, por ser anti-horário, também para o motor, por causa da altitude. Tem sido, por algum motivo, quase que meu calcanhar de Aquiles", afirmou. 

Admirador do Brasil e dos brasileiros, o piloto britânico disse sentir a presença de Ayrton Senna no autódromo.

Leia também: McLaren contrata brasileiro de 20 anos como seu piloto de testes na Fórmula 1

"Lembro de ver Ayrton correr aqui, e eu ficava emotivo com aquilo. Consigo sentir a presença dele. Eu tenho uma profunda admiração pelo povo brasileiro e os fãs brasileiros também gostam muito de mim. Gosto de estar aqui, eu realmente gosto do Brasil. Estou muito ansioso por este final de semana", se declarou  Lewis Hamilton .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.