Tamanho do texto

Piloto espanhol disputa atualmente o Campeonato Mundial de Endurance

Fernando Alonso encerrou sua carreira na Fórmula 1 após 17 temporadas
Divulgação
Fernando Alonso encerrou sua carreira na Fórmula 1 após 17 temporadas

O experiente piloto espanhol Fernando Alonso, de 37 anos de idade, não descartou neste domingo um possível retorno para a Fórmula 1, categoria onde já conquistou dois títulos.

Leia também: Aposentado da F1, Fernando Alonso pode correr no Rally Dakar em 2020

Em agosto do ano passado, Fernando Alonso afirmou que deixaria a principal categoria do automobilismo por não ver mais "emoção". O bicampeão mundial destacou que a falta de competitividade na F1 influenciou sua decisão.

No entanto, em entrevista ao jornal italiano "Corriere della Sera", Alonso deixou as portas abertas para voltar à Fórmula 1  na temporada de 2020. Seu principal objetivo seria conquistar o terceiro título mundial, independente da scuderia.

"Eu sempre disse 'até logo'. Agora enfrento outro desafio com as ferramentas adequadas. Não tenho nenhum plano para 2020. Obviamente, ganhar o terceiro título mundial seria a maior alegria", disse Alonso. 

Leia também: GP do México deve deixar o calendário da Fórmula 1 a partir de 2020; entenda

Atualmente disputando o WEC (Campeonato Mundial de Endurance) da FIA (Federação Internacional de Automobilismo), o piloto espanhol utilizou até o alemão Michael Schumacher como exemplo, ao ser perguntado se a idade influenciaria em um possível retorno para a F1.

"Michael Schumacher correu até os 43 anos. Se você se sente forte, não olha para a data de validade. Você simplesmente corre, até que se dá conta de que alguém é mais forte do que você. Isso pode ocorrer aos 25 anos ou aos 48. A idade não tem nada a ver", afirmou Alonso.

Equipe da McLaren faz homenagem a Fernando Alonso em sua última temporada na Fórmula 1
Reprodução
Equipe da McLaren faz homenagem a Fernando Alonso em sua última temporada na Fórmula 1

O experiente espanhol disputou 17 temporadas na F1 e foi campeão em 2005 e 2006, pela Renault. O piloto contabiliza 32 vitórias em grandes prêmios, a última delas em 2013, quando correu em casa, na Espanha.

CEO da Ferrari cobra título da Fórmula 1 em 2019: "Investimentos refletem isso"

Nesta última temporada de 2018, que foi a quarta dele pela equipe McLaren, Fernando Alonso ficou na modesta 11ª colocação, com 50 pontos, sem conquistar vitórias ou, sequer, um pódio. Seu melhor resultado no ano passado foi um quinto lugar no GP da Austrália.