Tamanho do texto

O logo da Coca-Cola aparecerá nos uniformes dos pilotos da McLaren e nos carros. O patrocínio é até o fim do ano, mas há possibilidade de prorrogação

Coca-Cola na Fórmula 1 estará presente em uniformes e carros da McLaren
Reprodução
Coca-Cola na Fórmula 1 estará presente em uniformes e carros da McLaren

Pela primeira vez na história, o público verá a Coca-Cola na Fórmula 1. A marca da multinacional norte-americana estará estampada em um monoposto da competição. O acordo de um patrocínio pontual com a McLaren foi fechado nesta quinta-feira (18).

Leia também:  Plataforma digital faz leilão de luvas, capacetes e macação de Ayrton Senna

A aparição da Coca-Cola na Fórmula 1 estará nos carros e nos macacões dos pilotos Fernando Alonso e Stoffel Vandoorne, nos próximos quatro Grandes Prêmios (Estados Unidos, México, Brasil e Emirados Árabes Unidos) que restam para encerrar a atual temporada da principal categoria do automobilismo mundial.

No entanto, a imprensa europeia especula que a McLaren e a Coca-Cola estão conversando para estender o vínculo para a próxima temporada.

"Coca-Cola tem uma história rica de patrocínio e um recorde de ativações inovadoras. E nós estamos honrados pela empresa ter escolhido se associar à McLaren para explorar as oportunidades na F1 ", afirmou Zak Brown, diretor executivo da equipe britânica.

"Nossas duas empresas são inovadoras e buscam se conectar mais com os jovens. Por isso, é uma parceria pela qual estamos ansiosos para ver em prática", disse Ricardo Fort, vice-presidente das alianças esportivas da Coca-Cola.

Leia também:  Vandoorne se juntará a Felipe Massa na Fórmula E ano que vem

Ainda que indiretamente, a Coca-Cola já esteve envolvida na Fórmula 1 entre 2012 e 2013, quando sua bebida energética Burn foi patrocinadora da extinta Lotus. A gigante norte-americana é a terceira marca que mais investe em patrocínios em todo o mundo (US$ 270 milhões por ano).

No ramo esportivo, a Coca-Cola é uma das mais antigas parceiras do Comitê Olímpico Internacional (COI) e da Fifa. Além disso, a empresa possui mais de 40 contratos de patrocínio entre as cinco principais ligas de futebol da Europa (Inglaterra, Espanha, Alemanha, Itália e França). 

Além da novidade da Coca-Cola na Fórmula 1 , o GP dos Estados Unidos, neste fim de semana, pode consagrar Lewis Hamilton pentacampeão das corridas . O britânico tem 67 pontos de vantagem para o segundo colocado no ranking, o alemão Sebastian Vettel e, se conquistar uma vitória na etapa deixando Vettel abaixo da quarta posição o título será entregue antecipadamente.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.