Tamanho do texto

Ferrari errou na escolha de pneus e o piloto alemão, que ainda briga pelo título, larga apenas na quarta fila

Lewis Hamilton foi o mais veloz no treino classificatório para o GP do Japão de F1
Reprodução / F1
Lewis Hamilton foi o mais veloz no treino classificatório para o GP do Japão de F1

O piloto inglês Lewis Hamilton, da Mercedes, conquistou nesta madrugada a pole position para o Grande Prêmio do Japão de Fórmula 1 . Foi a 80ª vez na carreira que ele conseguiu ser o mais rápido no treino classificatório.

Leia também: Fórmula 1 revela detalhes sobre novos conceitos dos carros para 2021

Lewis Hamilton  liderou o treino classificatório para a corrida deste domingo com o tempo de 1min27s760. O segundo lugar ficou com o companheiro de equipe, Valtteri Bottas.

"A equipe fez um trabalho incrível neste fim de semana, e a escolha que fizemos na Q3 foi provavelmente a mais difícil", disse o britânico, que busca o pentacampeonato na categoria.

"É muito difícil quando a pressão é para fazer a escolha certa, mas esta é a grande diferença entre nós neste ano e é por isto que nós somos os melhores e somos a equipe que merece isto", acrescentou Hamilton.

Leia também: Ferrari confirma saída de Kimi Raikkonen e já anuncia seu substituto para 2019

Já o alemão Sebastian Vettel , da Ferrari, que também briga pelo título, ficou nona posição. Isso porque a escuderia italiana cometeu um erro no início do Q3 com os pneus dos carros. Mas ele largará da oitava colocação devido a uma punição dada a Esteban Ocon, da Force India.

"Obviamente não é a posição que merecíamos estar. Acho que temos velocidade melhor que nono, mas vamos começar de lá e ver como as coisas vão. Qualquer coisa pode acontecer amanhã. Amanhã é um novo dia", comentou Vettel.

O finlandês Kimi Raikkonen, também da Ferrari, ficou com o quarto tempo. Em terceiro, largará Max Verstappen, da Red Bull.

"Foi um erro grave, inaceitável para uma equipe como a Ferrari. Estou revoltado. Falamos com os técnicos. Somos um time jovem, estamos todos empenhados em fazer nosso melhor, mas, às vezes, precisamos de menos inteligência e um pouco mais de experiência para essas coisas. Assumo as minhas responsabilidades", disse o chefe de equipe da Ferrari, Maurizio Arrivabene.

Leia também: Com ordem de equipe, Hamilton passa Bottas e vence GP da Rússia de F1

Com o erro da Ferrari, o caminho para Lewis Hamilton vencer no Japão está livre. E, consequentemente, o título da temporada 2018 da Fórmula 1 também fica cada vez mais próximo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.