Tamanho do texto

Espanhol de 34 anos foi bicampeão mundial de Fórmula 1 e conquistou 32 vitórias, 22 poles e 97 pódios em sua carreira, que começou em 2001

O bicampeão da Fórmula 1 em 2005 e 2006, Fernando Alonso, anunciou nesta terça-feira, em sua conta no Twitter, que se aposentará no final desta temporada da maior categoria do automobilismo mundial.

Leia também: Espanhol Fernando Alonso é nomeado sócio honorário do Real Madrid

Fernando Alonso encerrará sua carreira na Fórmula 1 após 17 temporadas
Divulgação
Fernando Alonso encerrará sua carreira na Fórmula 1 após 17 temporadas

"Depois de 17 anos maravilhosos neste esporte, é hora de fazer uma mudança e seguir em frente", disse Alonso , atualmente piloto da escuderia britânica McLaren em um vídeo publicado na rede social.

"Curti todos os segundos dessas temporadas incríveis e não posso agradecer o bastante às pessoas que contribuíram para que fosse tão especial. Veremos o que o futuro traz: novos e emocionantes desafios estão por vir. Estou vivendo uma das melhores épocas da minha vida, mas preciso explorar novos horizontes", acrescentou.

Ao longo de sua carreira, o espanhol de 37 anos acumulou 32 vitórias, 22 poles e 97 pódios em 17 temporadas. "Há sempre um momento para mudar e Fernando decidiu que esta temporada era a sua, nós respeitamos sua decisão, mesmo estando no melhor momento de sua carreira", disse Zak Brown, diretor executivo da McLaren .

"Quero agradecer à McLaren. Meu coração estará para sempre com a equipe. Sei que eles retornarão mais fortes e melhores no futuro, e esse poderia ser o momento para que eu volte à competição - isso me deixaria muito feliz", afirmou Alonso.

"Eu construí tantos ótimos relacionamentos com pessoas fantásticas na McLaren, e eles me deram a oportunidade de expandir meus horizontes e correr em outras categorias. Sinto que sou, mais do que nunca, um piloto mais completo", agradeceu.

Assista ao vídeo abaixo:

O futuro do espanhol não foi revelado pelo piloto nem pela McLaren, mas sua despedida oficial acontecerá no dia 25 de novembro na última corrida da temporada de 2018, em Abu Dhabi.

O anúncio da aposentadoria veio dias depois de Alonso ter recebido críticas do ex-piloto brasileiro Felipe Massa , que era seu parceiro na Ferrari. Na ocasião, ele disse que o espanhol "dividia a equipe".

Christian Horner, chefe da Red Bull, também surpreendeu ao descrever Alonso como um "piloto problemático", que "tende a criar o caos".

Carreira de Alonso

Fernando Alonso encerra sua grande passagem pela Fórmula 1 na equipe McLaren
INDYCAR/LAT USA
Fernando Alonso encerra sua grande passagem pela Fórmula 1 na equipe McLaren

Nascido em Oviedo, Astúrias, em 29 de julho de 1981, Alonso estreou na F1 com a Minardi, foi campeão com a Renault em 2005 e 2006 e depois seguiu para a Ferrari , onde ficou de 2010 até o final de 2014. Em seguida, comunicou sua transferência para a McLaren.

Campeão das 24 horas de Le Mans comandando uma Toyota, em junho, Alonso não comemora uma vitória na Fórmula 1 desde 2013. A última vez que subiu no topo do pódio foi no GP da Espanha quando era piloto da Ferrari.

Leia também: Fernando Alonso atropela e mata dois pássaros em teste para Indy 500; assista

Ele é o sexto piloto com mais vitórias na história da F1 e o quarto com mais pódios. No ano de 2017, Alonso foi incluído no Hall da Fama da Federação Internacional de Automobilismo (FIA).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas