Tamanho do texto

Pilotos foram parceiros de 2010 a 2013 na equipe italiana; brasileiro disse que Schumacher tinha temperamento parecido com o do espanhol

O piloto Felipe Massa afirmou neste fim de semana que seu ex-companheiro de equipe na Ferrari, Fernando Alonso, "dividia ao meio" a escuderia italiana, devido à personalidade competitiva do espanhol.

Leia também: "Eu sei como ele está", diz Felipe Massa sobre estado médico de Schumacher

Felipe Massa e Fernando Alonso foram companheiros de Ferrari entre 2010 e 2013
Divulgação
Felipe Massa e Fernando Alonso foram companheiros de Ferrari entre 2010 e 2013

O brasileiro foi parceiro de equipe de Alonso de 2010 a 2013, e em entrevista ao programa "Conversa com Bial', da Rede Globo , Massa afirmou que o espanhol é muito talentoso, mas seu espírito competitivo atrapalhava a equipe.

"Com Alonso, era uma situação mais de luta. Nunca tive nenhum problema com ele fora do carro. Ele sempre me tratou muito bem, nós sempre tivemos uma boa relação de trabalho. Só que o Alonso tem uma coisa que, quando ele fecha a viseira, parece que são duas pessoas diferentes. E isso acaba dividindo a equipe ao meio", disse o brasileiro.

Anteriormente, o chefe da equipe Red Bull Racing, David Horner, também afirmou que o temperamento de Alonso foi uma das justificativas pelo qual a equipe britânica não apostou no espanhol para substituir Daniel Ricciardo, que deixará a escuderia no final da atual temporada.

Leia também: Massa diz que se inspirou em Schumacher para anunciar adeus à Fórmula 1

O brasileiro ainda revelou que o seu também ex-companheiro de equipe Michael Schumacher tinha um temperamento semelhante ao de Alonso, no entanto, a relação de Massa com o alemão era mais próxima.

Alívio de Massa ao deixar a Ferrari

Felipe Massa quando era piloto da Ferrari
Divulgação
Felipe Massa quando era piloto da Ferrari

Ainda na entrevista, Massa contou que quando deixou a Ferrari para assinar com a Williams, em 2013, foi um grande "alívio", além de ter tirado um "peso das costas". No entanto, o brasileiro afirmou que teve "uma história importante" na escuderia italiana.

Leia também: Corrida de kart com Massa, Barrichello e famosos acaba em briga feia na pista

Massa estreou na Fórmula 1 em 2002, pela Sauber. Após passar pela Ferrari e a Williams, o brasileiro deixou a principal categoria do automobilismo mundial em 2017. Recentemente, o piloto assinou contrato com a equipe Venturi para disputar a Fórmula E.