Tamanho do texto

Piloto espanhol lamentou a morte dos animais, mas admitiu que conseguiu salvar um outro pássaro na pista

Fernando Alonso matou dois pássaros em suas primeiras voltas em carro da Indy
INDYCAR/LAT USA
Fernando Alonso matou dois pássaros em suas primeiras voltas em carro da Indy

O piloto espanhol Fernando Alonso resolveu dar uma pausa rápida na Fórmula 1 para se arriscar na Indy 500, uma das provas mais tradicionais do automobilismo mundial. Nesta quinta-feira, ele guiou pela primeira vez circuito oval de Indianápolis, nos Estados Unidos, em teste para a corrida.

Leia também: "Grid girls" do automobilismo correm risco de extinção; veja fotos das beldades

O dia foi considerado bastante posityivo pelo espanhol, que gostou do carro e pilotou sem problemas na pista. O que Fernando Alonso lamentou foi o fato de ter atropelado e matado dois pássaros em uma das voltas, a mais de 300 km/h - acredita-se que eram duas pombas.

Confira o "assassinato" das aves no vídeo abaixo

"Nem vi os pássaros no meu caminho. Vi um pássaro na penúltima volta, e esse eu consegui desviar e seguir adiante. Esse eu consegui salvar, mas provavelmente eu não faria isso na corrida. Hoje eu salvei uma vida, mas eu não fui capaz de salvar os outros dois", brincou Alonso ao ser perguntado pelos jornalistas na coletiva de imprensa sobre a situação.

Leia também: Saiba quem são as mulheres que mantêm viva a marca Ayrton Senna

Estreia na Indy

O bicampeão da Fórmula 1 completou o programa de orientação obrigatório para novatos antes de sua estreia na Indy, correndo na tradicional 500 Milhas de Indianápolis. Esse procedimento exige que os iniciantes na categoria façam 10 voltas de 330 km/h a 338 km/h, 15 voltas de 338 km/h a 346 km/h e outras 15 voltas entre 346 km/h e 354 km/h. No total, Alonso fez 51 voltas.

Leia também: Ferrari considera 'encorajador' o seu início da temporada 2017 na F1

A próxima vez que Fernando Alonso voltar à pista da Indy será no dia 15 de maio, o primeiro dos testes oficiais para disputa das 500 Milhas, já com todos os pilotos da categoria participando. Antes, porém, o espanhol da McLaren ainda disputa o Grande Prêmio da Espanha de F1, no dia anterior, em 14 de maio, ficando de fora do Grande Prêmio de Monaco.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.