Tamanho do texto

O incidente aconteceu quando faltavam 300km para o fim da prova

O piloto Ivan Jakes é atendido por médicos na província de Jujuy, Argentina
Divulgação
O piloto Ivan Jakes é atendido por médicos na província de Jujuy, Argentina

O Rali Dakar de 2017 acontece no Paraguai, Bolívia e Argentina. A largada aconteceu no dia 2 de janeiro em Assunção, capital paraguaia. O piloto eslovaco, Ivan Jakes, competidor da categoria de motos foi atingido por um raio nesta terceira etapa do evento na região de Salar Centenario, Argentina.

Leia mais: Com rifa de livro, Rosberg levará água potável para 4 mil pessoas na Etiópia

O incidente aconteceu quando faltavam apenas 300 km para o fim da prova. Mesmo atingido pela descarga elétrica, o piloto da equipe KTM ainda conseguiu completar a disputa, terminando em 15º lugar.

Após o susto, Ivan Jakes foi encaminhado para um hospital no norte da Argentina, para ser atendido. No Facebook do atleta, uma publicação sobre o estado do piloto: "Ivan está bem e consciente. Depois de ser atingido pelo raio na tempestade estágio três, por sorte, estava com os pés no chão e próximos aos pneus da moto, com o objetivo de se isolar. Estamos em um hospital na província de Jujuy para a retirada de sangue e ficar em observação."

Leia mais: Jogador da NFL é vítima de chantagem sexual por modelo cubana

Laudo médico

"Apresentou dores no lado esquerdo do corpo e em toda a massa muscular”, disse Marcela Lauko, médica da Dakar. Segundo ela, os sintomas de Ivan correspondem aos causados por descargas elétricas e é necessária a monitoração do braço esquerdo, que corre o risco de sofrer edema muscular.

A médica ainda contou que o piloto se queixou de problemas na visão. "Teve algum transtorno e visão alterada das cores. Ele disse que não caiu, mas na hora deveria ter parado. Ele não se lembra muito e está um pouco confuso", disse Marcela.

Leia mais: Vídeo mostra desespero do técnico de Ronda Rousey na luta contra Amanda Nunes

Prova

Outros pilotos de motocicleta ainda reclamaram das condições da prova. Além da alta altitude - grande parte da prova acontece acima dos 3 mil metros - o mau tempo no local dificultou e colocou em risco outros competidores.

O campeão da prova de motos foi o espanhol Joan Barreda, que chegou a San Salvador de Jujuy 13 minutos antes que o segundo colocado, Sam Sunderland. O resultado desta etapa coloca o piloto eslovaco Ivan Jakes na 19ª colocação no ranking geral.