O deputado federal Romário, que tem se mobilizado contra o atual mandatário, manifestou seu desejo de contribuir para que o dirigente assuma o posto de Marin

Andrés Sanchez recebeu apoio de Romário
Futura Press
Andrés Sanchez recebeu apoio de Romário

Exatamente quatro meses depois de pedir demissão do cargo de diretor de seleções da CBF e romper laços com José Maria Marin, Andrés Sanchez, ex-presidente do Corinthians, ganhou um importante apoiador em suas intenções de presidir a entidade máxima do futebol nacional a partir de 2014, ano das próximas eleições. O deputado federal Romário, que tem se mobilizado contra o atual mandatário, manifestou seu desejo de contribuir para que o dirigente assuma o posto de Marin.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Em entrevista ao jornal Estado de São Paulo , o tetracampeão mundial pela Seleção Brasileia garantiu que é grande a possibilidade de as eleições de 2014, na CBF, sejam fraudadas. "A próxima eleição vai ser comprada também. Torço e acredito que apareça algum candidato avulso, contrário aos métodos atuais e que possa incomodar os atuais dirigentes", disse, antes de completar: "Se ele hoje, o Andrés Sanchez, se candidatasse à presidência da CBF, muito provavelmente teria meu apoio. Outro nome que também seria excelente é o Raí".

Logo após a publicação da íntegra da entrevista na internet, Romário recebeu uma enxurrada de críticas pelo Twitter , de torcedores que não viam Andrés Sanchez como um bom nome para a presidência da CBF. Tanto o ex-jogador do Vasco quanto o ex-presidente do Corinthians romperam laços com Marin recentemente - Andrés por ter sido voto vencido na demissão de Mano Menezes, e Romário logo depois de ser chamado de "deputado inexpressivo" pelo substituto de Ricardo Teixeira.

Leia mais: Romário levará petição contra Marin à sede da CBF

Na mesma rede social em que recebeu as críticas pela indicação de Andrés, Romário respondeu e exibiu seus argumentos: "A repercussão da entrevista foi grande, não poderia ser diferente, pois, se tratando de mim, sempre haverá gente a favor e contra. Vou dar uma explicação simples e objetiva, porque respeito a opinião de todos, assim como sei que vocês que respeitam a minha. Muitos podem falar: ele como diretor da CBF não ganhou nada. É verdade, por isso não tem que ser diretor, mas se candidatar à presidência. E por que não vir a ser um dos grandes presidentes do futebol mundial. É claro que eu sei e vocês também sabem que, no momento atual da CBF, qualquer um seria melhor para administrá-la".

"O Corinthians talvez seja hoje o clube mais bem estruturado do País. Infelizmente para seus adversários e rivais mais diretos, e felizmente para os querem o futebol bem estruturado, profissional, como tem que ser. Acredito que se o clube continuar nesta curva crescente, em três anos, poderá ser o primeiro em estrutura e captação de recursos. Não podemos esquecer que quem começou tudo isso foi o Sanchez, ele fez uma evolução no futebol paulista e brasileiro por sua ousadia e coragem. Teve coragem de repatriar o Ronaldo, que estava em uma condição ruim fisicamente. Mesmo assim ele o contratou e o resultado todos nós sabemos", explicou Romário, que também aproveitou o espaço para recomendar Raí ao posto máximo da entidade.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.