Inter dá vexame, perde para o Atlético-GO e fica longe do G-4

Time gaúcho sai na frente e vira o primeiro tempo em vantagem, mas permite a virada da equipe da cada na segunda metade

Gazeta | - Atualizada às

Deu tudo errado para o Internacional neste sábado. Depois de obter uma bela vitória sobre o Atlético-MG na última quarta-feira, o clube gaúcho foi a Goiânia e levou 3 a 1 do Atlético-GO , lanterna do Campeonato Brasileiro . Fred fez o gol do Inter no começo do jogo, mas Adriano, Ricardo Bueno e Luciano viraram o placar. O revés deixa a equipe com poucas chances de encostar na briga por uma vaga na Libertadores de 2013.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O Inter não começou bem a partida, errando passes e dando chance para o Atlético-GO concluir com perigo. Mas Fred, em belo lançamento de Ygor, abriu o placar. A equipe administrou a vantagem, dosando forças até o intervalo. Na etapa final, sofreu o empate cedo, se perdeu no jogo e só não foi goleada porque os mandantes perderam chances. A torcida do Inter chegou a gritar “olé” contra o próprio time nos minutos finais.

Gazeta Press
Adriano comemora gol do Atlético-GO contra o Inter

Confira a classificação atualizada do Campeonato Brasileiro

Com 45 pontos, o Inter pode ficar a até oito pontos do G-4 neste domingo, caso o Vasco vença o Santos na Vila Belmiro. A equipe volta a campo na próxima quarta-feira, contra o Figueirense, no Beira-Rio. O Atlético-GO, com apenas 23 pontos, não muda sua situação mesmo com a vitória, e está praticamente rebaixado. Na quinta, visita o São Paulo, no Morumbi.

O jogo

Gazeta Press
Rafael Moura corre atrás da bola em ataque do Inter

Apesar de estar quase rebaixado, 15 pontos atrás do 16º colocado na tabela, o Atlético-GO começou o jogo mais aceso. Aos cinco minutos, já levou perigo: Felipe recebeu pela direita e cruzou rasteiro. A bola passou por todo mundo e saiu. Aos 10, Bolatti cobrou falta no campo defesa e deu um presente a Felipe, que chutou de fora da área, forçando Muriel a uma boa defesa no cantinho. No minuto seguinte, Bolatti novamente errou e deu a Felipe, que chutou, mas o goleiro colorado desta vez segurou a bola.

Passada a instabilidade inicial, o Inter marcou seu gol. Ygor fez ótimo lançamento para Fred, que entrou pela direita e chutou cruzado, sem chances para Márcio: 1 a 0, para alegria da torcida colorada, que curiosamente foi maioria no Serra Dourada. O gol foi um balde de água fria no Atlético-GO e fez o jogo cair bruscamente de ritmo.

O Inter voltou à carga aos 24: Dátolo cobrou falta próxima a área na cabeça de Rodrigo Moledo, mas o toque foi na rede pelo lado de fora. Aos 30, Nei cobrou falta colocada com muito perigo, raspando o travessão de Márcio. Três minutos mais tarde, Dátolo cruzou para Cassiano, que cabeceou para fora. O Atlético-GO teve mais uma conclusão antes do intervalo: Ricardo Bueno, da entrada da área, mandou por cima, sem grande perigo.

O técnico Fernandão fez uma mudança no intervalo: retirou Dátolo para a entrada de D’Alessandro. A alteração não trouxe grandes novidades no panorama da partida. O que mudou foi a sorte do Atlético-GO: aos nove minutos, Adriano entortou Fred e arriscou de fora da área. A bola desviou em dois jogadores e enganou Muriel: 1 a 1. Assim que sofreu o gol, Fernandão chamou Dagoberto. O camisa 20 entrou no lugar de Rafael Moura.

A troca não surtiu efeito no time, que não conseguia pressionar. Aos 20 minutos, o Atlético-GO quase virou o jogo. Felipe recebeu na área, driblou Nei e soltou uma bomba, que desviou em Rodrigo Moledo e não entrou por detalhe. O Inter respondeu na sequência: D’Alessandro cruzou e Dagoberto cabeceou para fora. Aos 22, Felipe chutou colocado de fora da área, mas Muriel fez grande defesa e espalmou para escanteio.

Gazeta Press
Dagoberto tenta enfiada de bola contra defesa do Atlético-GO

No minuto seguinte, a superioridade do Atlético-GO na partida se transformou em vantagem também no placar. Dodó escapou livre pela direita e cruzou rasteiro para a chegada de Ricardo Bueno, que mandou para as redes. Os visitantes se perderam de vez na partida. Aos 29, o goleiro Márcio bateu tiro de meta, a zaga adversária se atrapalhou e permitiu que Luciano arrancasse livre. Na saída de Muriel, ele fez o terceiro da equipe da casa. O goleiro discutiu asperamente com o lateral Kléber após o lance.

Nervoso em campo, o Inter parecia mais perto de levar o quarto gol que de descontar. Mesmo assim, chegou com perigo aos 36: D’Alessandro bateu escanteio, Rodrigo Moledo escorou e Dagoberto finalizou para fora. Três minutos mais tarde, Adriano cobrou falta com perigo, rasteiro, ao lado do gol. Aos 42, em uma troca de passes do Atlético-GO, a própria torcida colorada gritava “olé” contra o seu time. Um fim melancólico para aquela que deveria ser a continuidade da tão almejada sequência de vitórias no Brasileirão.

FICHA TÉCNICA - ATLÉTICO-GO 3 x 1 INTERNACIONAL
Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data: 13 de outubro de 2012, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP)
Assistentes: Rodrigo Pereira Joia (Fifa-RJ) e Carolina Romanholi Melo (CE)
Público: 1.476 pagantes
Cartão amarelo: Mahatma e Luciano (Atlético-GO); Nei e Rodrigo Moledo (Internacional)

Gols: ATLÉTICO-GO: Adriano, aos 9, Ricardo Bueno, aos 20, e Luciano, aos 29 minutos do segundo tempo
INTERNACIONAL: Fred, aos 14 minutos do primeiro tempo

ATLÉTICO-GO: Márcio; Adriano, Diego Giaretta, Gustavo e Eron; Dodó, Marino (Carlos), Mahatma (Luciano) e Ernandes; Felipe e Ricardo Bueno (Reniê).
Técnico: Artur Neto

INTERNACIONAL: Muriel; Nei, Rodrigo Moledo, Jackson e Kléber; Ygor, Bolatti (Otavinho), Fred e Dátolo (D’Alessandro); Cassiano e Rafael Moura (Dagoberto).
Técnico: Fernandão

Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
Leia tudo sobre: InternacionalAtlético-GOBrasileirão 2012

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG