Tamanho do texto

Na China para o Masters 1.000 de Shangai, os tenistas Djokovic e Federer gravaram vídeos enviando forças ao amigo e oferendo ajuda às vítimas

O tenista Rafael Nadal ajudou as vítimas da tragédia em Mallorca, sua cidade natal
Reprodução
O tenista Rafael Nadal ajudou as vítimas da tragédia em Mallorca, sua cidade natal

Ontem Rafael Nadal virou notícia pelo mundo não por seu talento esportivo, mas pela ajuda às vítimas da tragédia em Mallorca, na Espanha. Natural da cidade, o tenista número um do mundo cedeu sua escolinha de tênis para os desabrigados e auxiliou os moradores a retirar a lama dos comércios .

Nesta quinta-feira, outros dois grandes nomes do tênis manifestaram solidariedade às vítimas da  tragédia em Mallorca e disseram que irão ajudar. Roger Federer, número dois do mundo, falou que entrou em contato com Nadal para oferecer suporte.

“Sinto muito pelo que aconteceu. Sei o quão importante é Mallorca para Rafa. Estive em contato com ele e perguntei se posso ajudar com algo”, revelou o suíço em um vídeo publicado em suas redes sociais. Federer está na China disputando o Masters 1.000 de Shangai.

“Eu vi Rafa ajudando os povos ao redor de onde vive. É muito bom velo, super inspirador. Saiba que tem nosso apoio, Rafa” e continuou “Estou pensando em toda a gente de Mallorca. Desejamos forças neste tempo difícil e espero poder voltar para lá em breve”, finalizou.

Leia também:  Chelsea quer levar torcedores antissemitas a campo de concentração nazista 

Também da China, Novak Djokovic ofereceu ajuda nas redes sociais. “Quero mandar um enorme abraço e saudações a Rafael Nadal. Muito bem, amigo, por ajudar. Quero convidar a todos que virem esse vídeo a apoiar de qualquer maneira que puderem”, convocou o tenista.

O espanhol Rafael Nadal está em tratamento por uma lesão no joelho, sofrida durante o Aberto dos Estados Unidos - US Open, no começo do mês de setembro. Por esse motivo, o atleta estava em sua cidade natal quando a tragédia aconteceu.

Até ontem, autoridades locais informavam a morte de nove pessoas. Hoje o número subiu para dez. Sant Llorenç , a região mais afetada, é um conhecido local de turismo com muitas casas de veraneio. A vice prefeita da cidade, Antonia Bauza, comentou à rádio Cadena Ser que dois dos mortos são cidadãos britânicos. A ilha é muito visitada por alemães, franceses e ingleses.

Leia também: Revista rebate advogado de CR7 e diz que documentos são autênticos

Tropas do exército foram enviadas para a cidade a fim de ajudar nas buscas dos desaparecidos na tragédia em Mallorca . A Agência Meteorológica do Estado alertou que a tempestade causadora das enchentes está se movendo em direção às ilhas de Ibiza e Formentera. Ambas estão em estado de alerta.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.