Tamanho do texto

Torneio de Xangai teve uma final clássica entre Roger Federer e Rafael Nadal; nas duplas, brasileiro Marcelo Melo ficou com o vice

Domingo foi de finais no tênis na Ásia. Em Xangai, no Masters 1000, o suíço Roger Federer venceu o espanhol Rafael Nadal na decisão. Na mesma competição, o brasileiro Marcelo Melo acabou em segundo lugar nas duplas. Entre as mulheres, no WTA de Tianjin, a russa Maria Sharapova levantou o troféu no seu primeiro título depois de ter sido flagrada no doping. 

Leia também: Falido, ex-número 1 do mundo vai vender troféus de Wimbledon para pagar dívida

Clássico do tênis

Roger Federer em ação na final do Masters 1000 de Xangai
Reprodução/Twitter/@ATPWorldTour
Roger Federer em ação na final do Masters 1000 de Xangai

Uma final entre Federer e Nadal pode ser considerada um clássico no tênis mundial. E mais uma vez, o suíço levou a melhor. Em 1h13min, Federer fez 2 sets a 0 para cima de Nadal, com parciais de 6/4 e 6/3, e conquistou o título do Masters 1000 de Xangai.  

Essa foi a quarta vitória de Federer sobre o rival apenas na temporada 2017, a quinta consecutiva. E o ano é mesmo favorável para o suíco. Até agora ele venceu dois Grand Slams e três torneios de Masters, contando com o resultado deste domingo (15). 

De volta aos títulos

Sharapova comemora título no WTA de Tianjin
Reprodução/Twitter/@WTA
Sharapova comemora título no WTA de Tianjin

No feminino, as mulheres disputaram o título do WTA de Tianjin. A russa Maria Sharapova encarou Aryna Sabalenka em uma partida de pouco mais de duas horas e venceu por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 7/6 (10/08). 

A ex-número 1 do mundo comemorou o troféu, o primeiro depois de ter sido suspensa por doping . Como punição, ela ficou 15 meses afastada do tênis profissional e, agora, volta a vencer dá um salto no ranking mundial da WTA, do 89º lugar para o posto de número 57. 

Vice para o Brasil

Marcelo Melo (de uniforme preto) ficou com o vice em Xangai
Reprodução/Twitter/@ATPWorldTour
Marcelo Melo (de uniforme preto) ficou com o vice em Xangai

De volta ao Masters 1000 de Xangai, o Brasil chegou à final de duplas com Marcelo Melo, campeão de Wimbledon , atuando ao lado do polonês Lukasz Kubot. Entretanto, eles foram superados por Henri Kontinen, da Finlândia, e John Peers, da Austrália. E essa foi mais uma decisão que acabou em sets diretos, com parciais de 6/4 e 6/2 para o finlandês e o australiano. Após a derrota nessa final, Marcelo Melo segue em terceiro lugar no ranking da ATP dos melhores tenistas duplistas do mundo.