Tamanho do texto

Com histórias de Gabriel Medina, Maya Gabeira, Adriano de Souza, Rodrigo Koxa e Felipe Toledo estarão retratadas no prédio da Fiesp, na Av. Paulista

Exposição na Fiesp terá música, arte e cinema sobre o surfe brasileiro
Divulgação
Exposição na Fiesp terá música, arte e cinema sobre o surfe brasileiro

Nesta semana a cidade de São Paulo receberá uma exposição que homenageia alguns surfistas brasileiros como Gabriel Medina, Maya Gabeira, Rodrigo Koxa, Adriano de Souza e Felipe Toledo.

Leia também:  Gabriel Medina e Maya Gabeira são indicados ao 'Oscar do Esporte' em ação

Separada por 78 km de distância do litoral, São Paulo é a cidade sem praia com o maior número de surfistas do planeta. Por esse motivo, os moradores receberão até o próximo domingo (03) uma exposição sobre o surfe brasileiro.

A fachada da Fiesp receberá imagens dos principais surfistas brasileiros da atualidade. A ação faz parte do maior festival de cultura surf do país: o Festivalma.

A 13ª edição do evento ocupará a sede do Centro Cultural FIESP com arte, música, cinema e uma programação completa sobre o tema "Brasil do Surf".

Idealizador da exposição, Romeu Andreatta fala um pouco sobre o que os visitantes podem encontrar na sede da Fiesp. "O Festivalma esse ano mostra a paixão que o brasileiro tem pelo surf. Convidaremos o público que passar pela Paulista a conhecer os artistas brasileiros que expressam cores, alegria, bem estar; os filmes, a fotografia e a música que levaremos tudo genuinamente brasileiro", explica.

A exposição aparece em boa hora, já que 2018 foi um grande ano para os surfistas brasileiros. Maya Gabeira é a única homenageada na exposição que não é de São Paulo. Natural do Rio de Janeiro, ela entrou para o Guiness Book ano passado , após surfar uma onda de 20,72 metros na Praia do Norte, em Nazaré, Portugal.

Seguindo na categoria de ondas gigantes, Rodrigo Koxa também entrou para o Guiness ao surfar impressionantes 80 pés (cerca de 24,4 metros) nas mesmas poderosas ondas da Praia do Norte.

Nascido e criado no litoral norte paulista, Gabriel Medina se consagrou bicampeão mundial de surfe masculino em dezembro passado. Apesar de não ter se destacado em 2018, Adriano de Souza foi campeão mundial em 2015 e não ficaria de fora.

Considerado o surfista mais criativo da atualidade, Felipe Toledo fecha o grupo de surfistas brasileiros no Festivalma.

Como parte da exposição, projeções são feitas na fachada do prédio da Fiesp, na Av. Paulista
Divulgação
Como parte da exposição, projeções são feitas na fachada do prédio da Fiesp, na Av. Paulista

Leia também:  Carreta com troféus e itens de Gabriel Medina passará por seis cidades. Veja

Os visitantes podem conferir a história de todos os surfistas todos os dias das 20h00 às 6h00. Confira abaixo os detalhes da exposição .

XIII Festivalma - Brasil do Surf 
Centro Cultural FIESP 
Av. Paulista, 1313 - Cerqueira Cesar (SP/SP) 

XIII Mostra Internacional de Arte e Cultura Surf 
Terça a sábado das 10h às 22h 
Domingo das 10h às 20h 
Entrada Gratuita 

Festival Almasurf de Cinema 
Sessões às 16h e às 19h 
Área da bilheteria do Centro Cultural FIESP 
Entrada Gratuita

    Leia tudo sobre: surfe