Tamanho do texto

Depois de alcançar o feito da maior onda já surfada por uma mulher, Maya Gabeira, brasileira de 31 anos, pensa em seguir a carreira de velejadora.

Maya Gabeira recebeu o certificado do Guinness Book pela maior onda já surfada por uma mulher
reprodução / WSL
Maya Gabeira recebeu o certificado do Guinness Book pela maior onda já surfada por uma mulher

Depois de entrar para o Guinness Book com a maior onda já surfada por uma mulher, a brasileira Maya Gabeira pode se aposentar do esporte no ano que vem. Em entrevista ao blog da jornalista Marina Caruso, d’O Globo , a atleta de 31 anos revelou que não sabe ao certo sobre seu futuro e que descobriu uma nova paixão: velejar.

Na semana passada, Maya Gabeira entrou para o Guinness Book com a maior onda já surfada por uma mulher. Surfada em janeiro de 2018, em Nazaré, a onda tinha 20,72 metros (ou 67,72 pés). “Não penso em surfar uma onda de 25 metros. O importante foi abrir a porta para as mulheres”, comentou a surfista.

Ela disse ter encontrado uma nova aventura. “Planejo começar a velejar, já que me torno coast keeper, capitã de barco a vela, este mês. Posso fazer todo o Mediterrâneo. Só não posso atravessar o oceano, pois teria de tirar outra carteira”, revelou.

As atividades como surfista de ondas gigantes podem durar até fevereiro de 2019, já que os próximos meses trazem boas ondas no litoral português.

Maya se lembrou do grave acidente que sofreu em 2013, ao tentar surfar uma onda gigante em Nazaré, Portugal, mesmo local em que bateu o recorde. Na ocasião, a surfista foi criticada por Laird Hamilton, norte-americano considerado ídolo do esporte. Ela contou sobre o caso e aproveitou para tirar um sarro do ex-atleta.

Leia também:  COI anuncia primeira edição de Jogos Olímpicos da Juventude na África

“Sofri preconceito nos Estados Unidos, onde morei de 2004 a 2014. Achei o lugar um pouco hostil, principalmente, no surfe. No meu grave acidente, o americano Laird Hamilton foi à CNN dizer que eu era incapaz, que eu não tinha condição de surfar uma onda daquele tamanho. Não dei essa importância toda, mas espero que as dúvidas dele tenham sido esclarecidas”, alfinetou Maya.

Quem é Maya Gabeira?

Maya Gabeira
Reprodução/ TAG Heuer
Maya Gabeira

Maya Reis Gabeira é natural do Rio de Janeiro. Filha do jornalista Fernando Gabeira, a atleta diz que o surfe a salvou do bullying. “Se o surfe não tivesse entrado na minha vida, eu ia me perder”.

Seis vezes vencedora da categoria Melhor Surfista Mulher da XXL Awards, começou a surfar com 14 anos em uma escolinha de surfe na praia do Arpoador. No ano seguinte já começou a competir e, aos 17 anos, passou a morar no Havaí.

Leia também:  Rodrygo é indicado ao Troféu Kopa e Marta à Bola de Ouro feminina. Veja

Maya Gabeira  foi a primeira mulher a surfar nos mares do Alasca e venceu cinco vezes o Billabong XXL Global Big Wave Awards, prêmio considerado o 'Oscar' dos atletas de ondas gigantes.

    Leia tudo sobre: surfe
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.