Tamanho do texto

Craque do Paris Saint-Germain mostrou apoio ao amigo surfista após derrota nas quartas de final e ver o título do bicampeonato nas mãos de JJ Florence

Neymar e Gabriel Medina são amigos e sempre apoiam uns aos outros em seus respectivos esportes
Reprodução
Neymar e Gabriel Medina são amigos e sempre apoiam uns aos outros em seus respectivos esportes

Não foi dessa vez que Gabriel Medina conquistou o bicampeonato mundial de surfe. O brasileiro precisava vencer o Billabong Pipe Masters e torcer para que o então líder do ranking John John Florence não terminasse em terceiro lugar. No entanto, o surfista da praia de Maresias caiu nas quartas de final e viu o havaiano chegar na grande decisão.

LEIA TAMBÉM: Medina cai nas quartas e John John Florence é bicampeão mundial de surfe

A expectativa pelo segundo título mundial surgiu logo depois da perna europeia. Medina estava teoricamente longe da briga pelo caneco, mas venceu as duas etapas do velho continente, na França e em Portugal. Assim, se tornou o surfista que mais tinha chances matemáticas de tirar o bi de John John.

No entanto, na última etapa do ano, após ser derrotado por Jeremy Flores nas quartas, o sonho do bicampeonato foi por água abaixo. Foi, inclusive, o francês quem também venceu o campeão mundial de 2017 na final em Pipeline, no Havaí . Na última bateria da etapa, o surfista local foi derrotado por 16.23 a 16.16.

LEIA TAMBÉM: Em revista da Fifa, Gabriel Medina abre o jogo sobre surfe e futebol

Com a confirmação do vice de Gabriel Medina, Neymar demonstrou seu apoio ao amigo. Em sua conta do Instagram, o camisa 10 do PSG consolou o surfista: "Você é grande irmão, só abaixe a cabeça pra orar! Tamo junto sempre. Te amo", escreveu o atacante.

LEIA TAMBÉM: Surfista britânico fratura costela após ser atingido por onda de quase 20 metros; assista o vídeo

Polêmica de notas e reclamação de Neymar

Os rounds 2 e 3 do Pipe Masters 2017 foram polêmicos. Alguns não concordaram com as notas dadas a Medina, na bateria contra Josh Kerr. No entanto, muitos foram contra a classificação de John John em cima de Ethan Ewing. O havaiano de 25 anos de idade venceu o australiano por 0,07 pontos de diferença. E um dos muitos indignados, foi Neymar Jr.

O camisa 10 do Paris Saint-Germain, por sua vez, foi até o perfil da  WSL e mostrou sua indignação com as notas dadas ao surfista havaiano. Além disso, mostrou seu apoio ao amigo surfista de Maresias. "Dá o título pro John John logo. Hoje foi feio demais! Vamos Gabriel Medina, contra tudo e contra todos! Vai dar você", escreveu Neymar.

    Leia tudo sobre: surfe futebol