Tamanho do texto

Brasileiro perde para Jeremy Flores e surfista havaiano acaba levando o título em casa após eliminar o australiano Julian Wilson

John John Florence é bicampeão mundial de surfe
WSL / Kelly Cestari
John John Florence é bicampeão mundial de surfe

O havaiano John John Florence é o mais novo campeão da WSL (World Surf League). O norte-americano se aproveitou da queda de Gabriel Medina nas quartas de final para garantir o trofeu ao eliminar Julian Wilson e avançar às semifinais da etapa do Havaí do Mundial de Surfe. O brasileiro era o único com chances de tirar o título de John John, mas a eliminação precoce para o francês Jeremy Flores tirou a oportunidade do brasileiro conquistar o campeonato pela segunda vez na carreira.

Para ultrapassar o adversário, Gabriel Medina precisava vencer a etapa e torcer para que  John John Florence ficasse no máximo na quarta colocação. 





Com a taça garantida dentro de casa, o surfista comemorou muito o bicampeonato, mas depois já voltou a se concentrar, pois já foi para o embate contra o brasileiro Ian Gouveia na semifinal da etapa. No outro duelo, Jeremy Flores, que eliminou Medina, duelou contra o norte-americano Kanoa Igarashi.

O campeão Florence também venceu a semifinal e enfrentou Jeremy Flores pelo título da etapa. O francês carimbou a faixa de campeão de Florence em uma disputa acirrada e acabou sendo campeão da etapa. Mas nada que estragasse a festa do havaiano, que comemorou o título dentro de casa.

O título de 2017 foi o segundo consecutivo de Florence, que já havia vencido o campeonato em 2016. Nos dois anos anteriores, os brasileiros Gabriel Medina (2015) e Adriano "Mineirinho" de Souza (2016) conquistaram o troféu.

Polêmica envolveu até Neymar

Apesar da conquista do título,  John John chegou a ser questionado por conta de notas polêmicas dadas pelo jurados no início desta etapa do Havaí. 

Os rounds 2 e 3, disputados no domingo, foram polêmicos. Alguns não concordaram com as notas dadas a Medina, na bateria contra Josh Kerr. Muitos também foram contra a classificação de John John  na disputa contra Ethan Ewing. O campeão mundial de surfe venceu o australiano por 0,07 pontos de diferença. E um dos muitos indignados, foi Neymar Jr.

"Dá o título pro John John logo. Hoje foi feio demais! Vamos Gabriel Medina, contra tudo e contra todos! Vai dar você", escreveu Neymar em uma publicação da WSL no Instagram.

Apesar de toda a polêmica após a bateria, John John não comentou sobre as avaliações dos juízes. "Foi uma bateria definitivamente louca e bem apertada. O Ethan é um grande surfista. Ganhar baterias assim é meio estranho. Termina muito próximo... Eu obviamente estou muito feliz de ter avançado no evento. Mas estava bastante difícil lá fora. Está difícil achar ondas boas. Quero dizer, está tudo lindo e tem boas ondas, mas está difícil de encontrá-las", disse o líder do ranking.