Tamanho do texto

Guarujaense de 22 anos de idade venceu o último evento sul-americano do circuito da divisão de acesso, que aconteceu na terra de Gabriel Medina

Deivid Silva é campeão do Hang Loose São Sebastião Pro, na praia de Maresias (SP)
WSL / Daniel Smorigo
Deivid Silva é campeão do Hang Loose São Sebastião Pro, na praia de Maresias (SP)

Deivid Silva subiu no lugar mais alto do pódio neste último sábado (4), na praia de Maresias. Campeão do Hang Loose São Sebastião Pro, o guarujaense computou três mil pontos para o ranking do Qualyfing Series . O evento marcou ainda a última etapa do calendário sul-americano da WSL, que teve como campeão o local da praia de Juquehy, Thiago Camarão.

LEIA TAMBÉM: Na elite do surfe há sete anos, Miguel Pupo fala sobre a experiência de ser pai

Aos 22 anos de idade, Deivid Silva chegou na terra de Gabriel Medina com tudo. O guarujaense havia sido campeão também no QS 1500 de Itacaré, na Bahia. Em Maresias , apesar das não tão favoráveis condições do mar, derrotou o experiente Flavio Nakagima por 13.66 a 12.70.

“Eu só tenho que agradecer, pois ganhar dois eventos seguidos com tantos surfistas de alto nível competindo, foi sensacional”, disse o campeão. “Muito obrigado a toda essa galera que lotou a praia esses dias, que passou uma vibe incrível fazendo uma festa a cada onda que a gente surfava. Quero também agradecer a minha família e minha esposa que me ajudaram muito aqui e parabéns ao (Flavio) Nakagima pela bateria emocionante que fizemos na final e ao (Thiago) Camarão, que é o novo campeão sul-americano. Espero que no ano que vem tenha esse evento de novo com essa vibe incrível de vocês. Obrigado a todos”.

LEIA TAMBÉM: Rafaella Teixeira, promessa do surfe e atleta do Instituto Gabriel Medina









LEIA TAMBÉM: Orcas invadem campeonato de surfe na Noruega; assista o vídeo

Título sul-americano

Além dos três mil pontos para o ranking da divisão de acesso à elite do surfe , o Hang Loose São Sebastião Pro também definiu o campeão sul-americano da WSL . O título foi decidido na última bateria classificatória para as quartas de final. O paulista Thiago Camarão, local da Praia de Juquehy em São Sebastião, precisava ficar no mínimo em terceiro lugar para acabar com as chances do seu único concorrente, Deivid Silva. No entanto, o confronto terminou com ele em quarto, sem contar a nota da sua última onda, que demorou um pouco para ser divulgada.

    Leia tudo sobre: surfe
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.