Tamanho do texto

Medina bateu Filipe Toledo na final do Future Classic, em Lemoore, na Califórnia; brasileira Silvana Lima ficou na quinta colocação

Primeiro brasileiro campeão mundial de surfe, Gabriel Medina segue fazendo história. Nesta terça-feira, o brasileiro garantiu o título do Future Classic , o primeiro campeonato  na piscina de ondas de Kelly Slater e promovido pela World Surf League (WSL), realizado em Lemoore, na Califórnia, ao bater Filipe Toledo na decisão.

Leia também: Dobradinha brasileira: Silvana Lima e Filipe Toledo conquistam etapa de Trestles

Gabriel Medina bateu Filipe Toledo e se tornou campeão na piscina de ondas artificiais de Kelly Slater
WSL/ Kenneth Morris
Gabriel Medina bateu Filipe Toledo e se tornou campeão na piscina de ondas artificiais de Kelly Slater

“Essa onda é incrível, é a onda dos sonhos, que temos que viajar horas, dias, para buscar uma onda como essa e as vezes nem acha. Hoje a gente tem a oportunidade de ter ela assim tão fácil, tão prático", disse Gabriel Medina .

"Na verdade, estamos vivendo o futuro do surfe e é uma honra poder estar presente neste dia, estar vivendo isso junto com os melhores do mundo. É uma onda que qualquer surfista sonharia ter no seu quintal ou num lugar próximo, então a gente está vivendo um sonho hoje", completou o surfista de São Sebastião.

A competição histórica inaugurou oficialmente a Kelly Slater Wave Company, piscina de ondas artificiais, apelidada de Surf Ranch. Grandes nomes da atualidade participaram da festa, incluindo outros campeões mundiais como Mick Fanning e John John Florence.

Leia também: Circuito mundial de surfe terá mudanças radicais, diz revista

Filipe Toledo, Gabriel Medina e Silvana Lima disputaram o torneio na piscina com ondas de Kelly Slater
WSL / STEVE SHERMAN
Filipe Toledo, Gabriel Medina e Silvana Lima disputaram o torneio na piscina com ondas de Kelly Slater

Cada atleta surfou duas ondas para a direita e duas para a esquerda, somando a melhor de cada lado. O campeão marcou 16,87 e ficou aguardando a atuação final de Filipinho, que não conseguiu virar o resultado.

"É perfeito. É aquela onda que todos nós sonhamos, aquelas que desenhamos no papel. Poder surfar, encaixar num tubo por 20 segundos e sair fazendo batidas e rasgadas e em seguida finalizar a onda, é incrível, é perfeito, com condições iguais para todos, é um sonho", destacou Filipe, que recentemente conquistou a oitava etapa do Circuito Mundial, em Trestles, na Califórnia.

Mulheres

No feminino, a brasileira e atual campeã da última etapa, Silvana Lima, terminou na quinta colocação. A campeã foi a havaiana Carissa Moore, que desbancou as australianas Stephanie Gilmore e Tyler Wright.

Leia também: "Minha mãe colocou fogo em casa comigo dentro", revela Mineirinho

No Circuito, Gabriel Medina está na oitava colocação do ranking. O melhor brasileiro é Adriano de Souza, em sexto. Filipe Toledo, vencedor de duas etapas neste ano, ocupa a sétima posição.

    Leia tudo sobre: Surfe
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.