Tamanho do texto

Cearense mostrou seu melhor surfe nas águas de Lower Trestles e encerrou jejum que já durava sete anos; Filipinho chega a segunda vitória no ano

Silvana Lima e Filipe Toledo fizeram dobradinha brasileira e foram campeões em Trestles
WSL / STEVE SHERMAN
Silvana Lima e Filipe Toledo fizeram dobradinha brasileira e foram campeões em Trestles

A brasileira Silvana Lima bateu a australiana Keely Andrew nesta sexta-feira e conquistou o título da sétima etapa do Mundial de Surfe feminino, nas águas de Lower Trestles, em San Clemente, na Califórnia. Esta foi a primeira vitória da cearense após sete anos. Seu último triunfo havia sido em 2010, na etapa de San Bartolo, no Peru. Entre os homens, Filipe Toledo venceu Jordy Smith e também sagrou-se campeão.

Leia também: Circuito mundial de surfe terá mudanças radicais, diz revista

Na decisão, Silvana Lima foi muito superior a Andrew e desde o início ficou na frente do placar. Por fim, ela somou 17.60 pontos (8.93 + 8.67) contra 10.93 pontos da australiana (4.93 + 6.00). A cada manobra, ela vibrou muito com a torcida brasileira, inclusive de outros surfistas, como Filipe Toledo. Com a vitória, ela subiu duas posições no ranking geral e agora ocupa a 13ª posição.

Silvana Lima conquistou o título de Trestles do Mundial de Surfe
Divulgação
Silvana Lima conquistou o título de Trestles do Mundial de Surfe

Na semifinal, Silvana venceu a norte-americana Lakey Peterson, mas foi mais apertado: 16.90 pontos contra 15.60. Na fase anterior, de quartas de final, outra disputa acirrada, desta vez com a australiana Stephanie Gilmore. Com duplo 8.93, a brasileira somou 17.86 pontos contra 16.30.

Leia também: Rafaella Teixeira, promessa do surfe e atleta do Instituto Gabriel Medina

Ela havia batido justamente Gilmore na terceira rodada, além da francesa Johanne Defay. Na primeira rodada, Gilmore havia sido vítima da brasileira mais uma vez, além da havaiana Carissa Moore. Vale ressaltar que a surfista venceu somente adversárias que estão acima dela no ranking. 

Masculino

Logo após a conquista de Silvana, foi a vez de outro surfista brasileiro ir às águas californianas. Filipe Toledo enfrentou o sul-africano líder do ranking Jordy Smith e o derrotou conquistando seu segundo título nesta temporada do Mundial de Surfe.

Filipe Toledo mostrou seu melhor surfe para conquistar o título em Trestles
WSL / KENNETH MORRIS
Filipe Toledo mostrou seu melhor surfe para conquistar o título em Trestles

Nesta que foi a sua quinta conquista desde que disputa a elite do surfe, Filipinho precisou de muita paciência, já que as ondas não estavam boas e, com isso, as manobras não saíram com facilidade. Quando as ondas vieram com força, no entanto, os talentos dos dois surfistas apareceram.

Leia também: Yago Dora vence em Açores e fica mais próximo de vaga na elite do surfe de 2018

Primeiro foi a vez de Filipinho encaixar lindas manobras e ganhar 8 de nota dos juízes. Na sequência, em uma linda sequência, ele levou 7.67 de nota. Enquanto ainda comemorava, veio o troco do sul-africano, que recebeu nota 9 após ótima manobra. Entretanto, as águas de Trestles voltaram a ficar calmas e, no fim, vitória do brasileiro por 15.67 a 9.33.

Se Silvana Lima ganhou duas colocações no ranking feminino, Filipe Toledo também galgou duas posições e agora está em nono na lista, com 34.450 pontos. Smith segue na ponta, com 45.850 pontos. Adriano de Souza está em sexto, com 34.850 pontos e Gabriel Medina caiu para oitavo, com 30.750 pontos.

    Leia tudo sobre: surfe
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.