Tamanho do texto

Primeiro brasileiro campeão mundial intensifica tratamento de fisioterapia após lesão no joelho direito em Gold Coast, na Austrália

Gabriel Medina está em São Paulo tratando de uma lesão no ligamento do joelho
Divulgação
Gabriel Medina está em São Paulo tratando de uma lesão no ligamento do joelho

Recém-chegado da Austrália, Gabriel Medina intensificou o tratamento de sua lesão no ligamento do joelho direito, que machucou logo na etapa de abertura do mundial de surfe, na Gold Coast, em 20 de março. Agora, o atleta trabalha na recuperação para que possa estar completo para competir a próxima etapa do tour, que acontecerá em Saquarema (RJ), com início no dia 9 de maio.

LEIA TAMBÉM: Saiba tudo sobre o surfe e estilo de vida do esporte

Mesmo lesionado, na primeira etapa o local de Maresias só parou nas semifinais. Em seguida, Medina ainda competiu as outras duas etapas de surfe da perna australiana, e nesse meio tempo, fazia um trabalho de recuperação com fisioterapia. Em Margaret River e Bells Beach, segundo e terceiro campeonatos da temporada, o surfista ficou na 25ª e 13ª colocação, respectivamente. 

LEIA TAMBÉM: Conhece as "Kardashians do surfe"? Confira fotos das irmãs australianas

Já de volta ao Brasil, foi examinado pelo médico Marcelo Baboghluian, que o acompanha desde a adolescência. Medina passa agora por uma intensificação na fisio e constantes avaliações. “O Gabriel apresenta uma lesão do ligamento colateral medial grau 2, sem lesões de meniscos ou edemas ósseos importantes e precisa de oito a dez semanas para estar totalmente recuperado. Como a lesão foi no dia 20 de março, acredito que no Rio ele já esteja em boas condições”, disse.

Gabriel Medina intensifica os trabalhos na fisioterapia para se preparar para a quarta etapa do mundial de surfe
Divulgação
Gabriel Medina intensifica os trabalhos na fisioterapia para se preparar para a quarta etapa do mundial de surfe

O fisioterapeuta esportivo e osteopata, Gabriel Theodoro Peixoto, também trabalha com Gabriel desde os seus 16 anos, tendo sido responsável pelo tratamento de outras lesões do atual 11º colocado do ranking. “O tratamento consiste em ir contra o mecanismo de lesão, ganhando amplitude de movimento, através de liberações miofasciais, mobilizações e manipulações associadas à fortalecimentos, treino sensório-motor e gesto esportivo”, explica Peixoto.

LEIA TAMBÉM: Surfista abandona reality show após ser atacada nua por mosquitos

Rio de Janeiro

A quarta etapa da tour tem início previsto no dia 9 de maio, com janela até o dia 20 do mesmo mês. O Oi Rio Pro acontecerá na praia de Saquarema e o defensor do título do campeonato carioca é o havaiano John John Florence, atual campeão mundial de surfe.

    Leia tudo sobre: surfe