Tamanho do texto

Pioneira no país, a cidade de Santos busca a valorização da história do surfe e homenageou nesta terça-feira (23) ícones e influenciadores do esporte

Dia do Surfista foi criado em 2003
Divulgação
Dia do Surfista foi criado em 2003

No final da tarde desta segunda-feira (23), o Salão Nobre da Prefeitura de Santos foi palco de homenagens aos pioneiros do surfe. Em comemoração do Dia do Surfista, o prefeito Paulo Alexandre Barbosa honrou nomes seletos da cidade e ícones do esporte, como Picuruta Salazar, Cisco Araña, Fabio Jacuí Boturão, Homero Naldinho, Fuad Mansur e Carlos Argento.

Surfe: saiba tudo sobre o esporte e estilo de vida

Santos é considerada a cidade berço do surfe no Brasil. De acordo com relatos históricos, Osmar Gonçalves, já falecido, foi o primeiro jovem a construir uma prancha e pegar onda no país. O Dia do Surfista foi criado em 2003 por Fabio Nunes "Fabião", hoje secretário municipal da Cultura.

Além dos nomes já citados, outros quatro surfistas relevantes das décadas de 60 e 70 foram também prestigiados. Elyseu de Andrade Júnior, Vicente Ferraro, Antonio Carlos Maia Pinto "Black do 6" e Silvio Pereira Lopes Filho, o "Silvio do Conde" receberam placas por suas trajetórias no esporte santista.

Representando os homenageados, Elyseu discursou em meio a muitos aplausos. "O surf para nós é uma paixão. Estou feliz. É como se eu estivesse com todo mundo dentro da água, num dia de altas ondas", brincou. O hoje secretário de Cultura, Fabio Nunes, o Fabião, autor da Lei que criou o Dia do Surf em 2003, também enalteceu as homenagens. "Fico feliz de ter sido o vetor dessa homenagem", resumiu.

Leia mais: Sexta-feira 13: surfista leva vaca, desmaia e fica perto da morte em Pipeline

Valorização do esporte

O prefeito Paulo Alexandre ainda destacou a importância desta data. "Esse é um evento que traz uma energia muito positiva. Esse astral é muito bom para a gente enfrentar os desafios do ano todo. A gente tem trabalhado para valorizar a história do surf", discursou, falando também da Escola Radical, a primeira pública do País e que agora terá mais um avanço, sendo a primeira de surf para inclusão no Brasil. "Avançamos bastante", falou.

Leia mais: Surfista é atacado na Flórida enquanto usava pulseira 'repelente' de tubarão

"Uma cidade para construir o futuro, e qualquer estado, qualquer país, tem de valorizar o seu passado, a sua história. E o que estamos vendo aqui hoje é a valorização da história. Os homenageados são boas referências. E através dos bons exemplos, das boas referências, que a gente consegue escrever novos capítulos da nossa história. Tenho certeza de que essa homenagem é muito mais do que uma valorização pessoal, mas um exemplo de vida, de conduta, de comportamento de cada um de vocês, que vai inspirar as novas gerações de surfistas que se formarão", concluiu o prefeito no Dia do Surfista.

    Leia tudo sobre: surfe