Tamanho do texto

O americano ex-número um do mundo venceu o Tour Championship 2018, em Atlanta (EUA), neste domingo, e foi ovacionado por uma multidão

Tiger Woods caminha pela multidão a caminha do 18º burraco
Reuters
Tiger Woods caminha pela multidão a caminha do 18º burraco

O antigo número um do mundo do golfe , o norte-americano Tiger Woods, voltou a ganhar um campeonato depois de cinco anos afastado do esporte. O Tour Championship, quarto e último torneio dos playoffs da FedEx Cup PGA Tour Golf, aconteceu em East Lake, Atlanta - EUA, durante o último fim de semana.

Leia também: Seleção masculina de vôlei pega EUA e Rússia na terceira fase do Mundial

Vencedor de 14 torneios, Tiger Wood acumula agora 107 vitória profissionais em sua carreira (80 no PGA Tour). Considerado um dos melhores jogadores da história do golfe, o atleta de 42 anos passou 683 semanas como número um do mundo, sendo 281 delas consecutivas. No começo do ano ocupava o 656º lugar, após a vitória pulou para a 21ª colocação.

Atual número um, o inglês Justin Rose e Rory McIlroy, atual quinto do ranking, foram os adversários do americano no domingo. Woods terminou o torneio com 269 acertos no total, dois a menos do que Billy Horschel e quatro de margem para Dustin Johnson.

Leia também: WSL quer construir piscina de ondas artificiais de Kelly Slater no Brasil

De todo o evento, o que mais chamou atenção foi a multidão que cercou Tiger Woods. Os fãs entoaram cantos de ‘Ti-ger, Ti-ger” e “USA, USA” enquanto o atleta se preparava para dar o tiro final e retornar ao lugar mais alto do pódio.


“Eu estava tendo dificuldades em não chorar no último buraco. Não posso acreditar que consegui isso”, confessou Woods, que ainda comentou sobre a torcida “Eu podia ouvi-los simplesmente, não ver. Pensei que a segurança iria parar”.

O ressurgimento de Tiger Woods

Tiger Woods foi preso em 2017 por dirigir embriagado
Reprodução
Tiger Woods foi preso em 2017 por dirigir embriagado

Tiger Woods enfrentou muitos obstáculos para voltar a vencer um campeonato. Nos últimos meses ele se submeteu a quatro cirurgias nas costas que mal lhe permitiam caminhar. “Eu tive que lutar todos os dias, mas eu amei este dia. Cada parte dele”, disse emocionado.

L eia também: Marta é eleita a melhor jogadora do mundo pela sexta vez em sua carreira

Além das cirurgias, o atleta se divorciou em um processo polêmico em 2009, confessou ser viciado em sexo, se envolveu com abuso de drogas e antidepressivos e foi preso no ano passado por dirigir alcoolizado. Apesar dos problemas, Tiger Woods se recuperou e voltou ao protagonismo do golfe.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.