Tamanho do texto

Campeão olímpico levou o bronze na Austrália e a nota 14.966, gostou da sua série, mas não ficou feliz com o resultado e reclamou da arbitragem

Arthur Zanetti ficou com o bronze na etapa de Melbourne da Copa do Mundo de ginástica artística
Divulgação
Arthur Zanetti ficou com o bronze na etapa de Melbourne da Copa do Mundo de ginástica artística

O brasileiro Arthur Zanetti conquistou a medalha de bronze nas argolas na etapa de Melbourne da Copa do Mundo de ginástica artística, neste sábado, com nota 14.966 - ele melhorou em relação a qualificação, quando tirou 14.700. Os chineses Yang Liu (15.166) e Hao You (15.133) foram primeiro e segundo colocados na Austrália, respectivamente.

Leia também: Federação de Ginástica dos EUA pede falência após escândalo sexual

Após uma saída cravada e comemorar a apresentação com o técnico Marcos Goto,  Arthur Zanetti  se mostrou decepcionado com o resultado. "Fiz a minha parte, gostei da minha apresentação, era essa mesmo a minha série. Mas não estou feliz com o resultado obtido aqui, com a posição no pódio. As vezes os árbitros são influenciáveis e bate um certo desgosto", disse o ginasta.

A opção do técnico Marcos Goto para o ano pré-olímpico foi de fazer competições preparatórias ao Mundial de ginástica artística de Stuttgart, Alemanha, de 4 a 13 de outubro, um pouco mais cedo, em comparação com outros anos.

Leia também: Inédito! Brasil é bronze na Copa do Mundo de Ginástica de Trampolim

Arthur fez um camping de treinamento no Rio, treinou e competiu nos Estados Unidos, no Woga Classic, de Dallas, e agora na Austrália.

Arthur Zanetti ficou com o bronze na etapa de Melbourne da Copa do Mundo de ginástica artística
Divulgação
Arthur Zanetti ficou com o bronze na etapa de Melbourne da Copa do Mundo de ginástica artística

O próximo compromisso do campeão olímpico será a primeira competição por equipe do ano para o Brasil, a DTB-Pokal Team Challenge 2019, de 15 a 17 de março, na Alemanha. "A equipe ainda não estará em sua melhor forma. Mas, no Pan, o time tem de estar bem alinhado, em provavelmente 90% da performance, para o Mundial", disse Arthur.

Os objetivos maiores de Arthur Zanetti nesta temporada pré-olímpica são brigar por medalhas, individual e por equipe, nos Jogos Pan-Americanos , em Lima, no Peru, no mês de agosto. E depois conseguir a vaga olímpica para o Brasil no Mundial de Stuttgart - as oito primeiras equipes asseguram vagas para os Jogos de Tóquio 2020.

Leia também: Seleção de ginástica artística assina documento de combate ao assédio

Arthur Zanetti é natural da cidade de São Caetano do Sul, em São Paulo, tem 28 anos de idade e conquistou a medalha de ouro nas argolas nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012. No Rio 2016, ele ficou com a prata.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas