Tamanho do texto

Jonathan Martin publicou imagem com espingarda e munições e ainda marcou quatro pessoas, além de ameaçar sua antiga escola do colegial

Jonathan Martin, ex-jogador do Miami Dolphins e San Francisco 49ers
Reprodução
Jonathan Martin, ex-jogador do Miami Dolphins e San Francisco 49ers

Jonathan Martin foi detido em Los Angeles, na Califórnia, depois de ter feito uma publicação nas mídias sociais. Em sua conta do Instagram, o ex-jogador do Miami Dolphins e San Francisco 49ers postou uma imagem na qual mostrava uma espingarda com munições em volta com o seguinte texto: "Quando você é vítima de bullying e um covarde, suas opções são o suicídio e a vingança". Ao lado, mencionou a Harvard-Westlake High School, escola na qual estudou durante o Ensino Médio.

Leia também: Astro da NFL se envolve em briga de rua com direito a tiros; veja o vídeo

Além disso, o ex-jogador da NFL ainda marcou outras quatro pessoas, das quais duas delas eram seus companheiros no Miami Dolphins. Richie Incognito e Mike Pouncey atuaram ao lado de Martin entre os anos de 2012 e 2013 e ambos já foram citados em um relatório no qual eram acusados de cometer bullying contra Jonathan Martin. Na ocasião, a vítima chegou a receber atendimento psicológico.

Logo após a publicação, a antiga escola fechou as portas e alegou "risco à segurança ". O ex-offensive lineman, por sua vez, foi levado pela polícia local enquanto ele supostamente buscarva por uma internação em um hospital da cidade.

Leia também: Tom Brady abandona entrevista após ofensa contra sua filha: "pequena irritante"

Confira a imagem:

Leia também: Jovem jogador de futebol americano comete suicídio nos Estados Unidos

"A segurança de nossos alunos, professores e funcionários é sempre nossa principal preocupação. Então, por uma abundância de cautela, tomamos a decisão de fechar a escola hoje. A equipe de segurança privada da escola está trabalhando com o Departamento de Polícia de Los Angeles, que está presente em ambos os campi. Com essas precauções, acreditamos que não existe uma ameaça iminente para nossos campi ou para a comunidade escolar", declarou a Harvard-Westlake High School, em comunicado emitido na última sexta-feira (23) depois da publicação do ex-jogador.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.