Tamanho do texto

O ex-Patriots Je'Rod Cherry leiloou seu anel de campeão de 2002 e contribuiu para a construção de um orfanato na Tailândia, lar de 24 crianças

Anel de campeão do Super Bowl XXXVI
Reprodução/ NFL
Anel de campeão do Super Bowl XXXVI

O ex-jogador da NFL, Je'Rod Cherry foi o grande responsável pela construção de um orfanato na Tailândia. O ex-safety do New England Patriots rifou seu primeiro anel de campeão do Super Bowl de 14 quilates em ouro branco e arrecadou cerca de R$ 625 mil.

LEIA MAIS: Super Bowl 51 irá gerar R$ 13,9 bilhões em apostas ilegais

Je'Rod Cherry sabia que deveria usar o seu anel mais importante, do Super Bowl XXXVI. Conquistado em 2002 com o New England Patriots, foi o primeiro título da história da equipe. De virada em cima do St. Louis Rams, a partida terminou em 20 a 17. A escolha não foi fácil, já que naquela vitória o jogador foi responsável por três tackles. Para ele, o duelo foi "algo irreal, algo que eu nunca tinha experimentado na NFL".

"Sem menosprezar os outros dois anéis", disse Cherry à "ESPN" norte-americana. "Eu facilmente poderia ter dado o segundo ou o terceiro e ninguém teria dito nada. Mas eu pensei 'se eu vou fazer algo sacrificante, eu vou dar o meu melhor e o anel que mais me importa", completou.

LEIA MAIS: Ex-jogador da NFL culpa futebol americano por demência, Alzheimer e Parkinson

Ação

A ideia de ajudar uma organização surgiu em 2008 enquanto Cherry participava de um evento beneficente com sua esposa. Naquela ocasião, os leilões não atingiram os valores finais estipulados e tiveram um desfalque de cerca de R$ 60 mil. Courtney Cherest, uma organizadora do evento, olhou para Je'Rod Cherry e disse em um tom de brincadeira "Ei cara, você não vai desistir de um dos seus anéis?".

Depois de voltar para casa, aquela brincadeira pesou em sua consciência e fez com que o safety da franquia de New England repensasse sobre o assunto. Naquele momento, Cherry decidiu estar disposto a contribuir de alguma forma.

LEIA MAIS: De mudança! Chargers deixa San Diego e retorna para Los Angeles

Em uma das apresentações que viu, a foto de Kevin Carter tirada no Sudão foi uma das que mais o marcou. Na imagem ganhadora do Prêmio Pulitzer, um abutre observa uma criança faminta deitada no chão. "Eu tenho quatro filhos e algo como isso realmente te comove", disse Cherry. "E então você pensa que realmente há alguém vivendo desta forma e eu aqui jogando minha comida fora", completou.

Asia Hope
Reprodução
Asia Hope

A ação de Cherry salvou duas dúzias de crianças de se tornarem traficantes ou escravos sexuais. A partir do trabalho desenvolvido pela instituição de caridade Asia Hope, eles têm a oportunidade de estudos e quando mais velhos, boas condições de trabalho.

A Asia Hope constrói orfanatos na Tailândia, Índia e Camboja. De acordo com a entidade, a doação do anel do Super Bowl XXXVI foi a base direta responsável pela construção de uma casa para 24 crianças no destrito de Doi Saket, região norte tailandês.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas