Tamanho do texto

Em vídeo que circulou nas redes sociais, o ex-boxeador afirmava que estaria sendo impedido de deixar a clínica onde trata doença causada pelo boxe

Maguila está internado há oito meses na clínica, localizada em Itu
Reprodução
Maguila está internado há oito meses na clínica, localizada em Itu

O ex-lutador de Boxe, Acelino de Freitas, o Popó, desmentiu as informações e o vídeo onde Maguila aparece pedindo ajuda para deixar a clínica terapêutica onde está internado há oito meses para o tratamento da demência pugilística (ETC).

Leia também: Dívida motivou Popó a chegar ao título mundial de boxe: "Tinha casa para pagar"

Em vídeo divulgado nas redes sociais, Popó afirma que conversou com Maguila e com o dono da clínica. O ex-boxeador teria sido incentivado por outro paciente, que já recebeu alta, a gravar o vídeo.

"O Maguila está super bem. Falei cinco minutos com ele ontem, é tudo mentira. Maguila está lá sendo super bem tratado, a esposa dele, a família está dando um suporte a ele muito grande, muito bom. Vocês que estão postando, estão me marcando, a imprensa brasileira que está falando procura saber realmente os fatos e tomem cuidado com aquilo que postam", disse Popó. 

Visualizar esta foto no Instagram.

Boa noite Popó Primeiramente quero expressar minha alegria de ter contato com vc,sou seu fã Eu sou o proprietário da clínica que o Maguila está e fizeram está injustiça comigo e com Dona Irani As pessoas não sabem o q dizem o q eu e ela fazemos para o Maguila e escutar q quero me beneficiar Meu irmão eu dei o tratamento de Graça para o maguila pq sou apaixonado pelo boxe e Deus tocou no meu coração Peço para vc q é uma pessoa ilustre tão quanto ele q nos ajude a desmentir essa sacanagem que fizeram com a gente Minha clínica pode tá até em jogo meu irmão pois o ministério público cai matando em clínica e minha família toda praticamente sobrevive do q eu ganho lá Me desculpe pela primeira vez falar com vc é pedir algo Um abraço fica com Deus Campeão

Uma publicação compartilhada por Acelino Popó Freitas (@popofreitas) em


Leia também: Ex-lutador de boxe morre engasgado durante concurso de comer croissants

No vídeo, Maguila afirma que foi colocado pela esposa na clínica, que não permite que ele vá embora, e pede ajuda para quem assiste o vídeo.

"Tô aqui nessa clínica internado, que a minha mulher me colocou aqui. Eu quero ir embora, mas a clínica não deixa. Estou há um ano e meio aqui. A clínica não quer deixar eu ir embora porque é propaganda para a clínica. Ela não quer deixar eu ir embora. Eu quero uma força de vocês aí, meu povo, para eu ir embora daqui", disse o ex-lutador.




A demência pugilística, ou ETC, da qual o ex-pugilista sofre, é uma doença neurodegenerativa progressiva causada por repetidos golpes na cabeça, e afeta a capacidade cognitiva dele, além das alterações no comportamento, problemas de memória e tremores parecidos com os de uma pessoa que sofre de Parkinson.

Leia também: Lenda do boxe morre ao ser atropelada em estrada por carro a mais de 100 km/h

Para tentar frear a doença, Maguila precisa de um cuidado diário, passando por inúmeras sessões de fisioterapia e também tomar diversas medicações. O tratamento é oferecido de graça pela clínica, cujo dono é apaixonado por boxe.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas