Tamanho do texto

O Boston Celtics venceu por 133 a 77 a franquia de Chicago, na noite deste sábado. A diferença de 56 pontos fez as equipes marcarem recordes na NBA

O Celtics quebrou diversos recordes com a vitória avassaladora contra o Bulls em partida deste sábado
Reprodução
O Celtics quebrou diversos recordes com a vitória avassaladora contra o Bulls em partida deste sábado

A partida entre Chicago Bulls e Boston Celtics, na noite deste sábado (08), entrou para a história da do basquete americano. A vitória de 133 a 77 da equipe verde quebrou vários recordes.

Leia também:  Após doping, Brasil herda medalha de bronze no atletismo de Pequim 2008

A marca mais expressiva foi um recorde do Celtics. Os 56 pontos de diferença registrados na partida superaram a maior margem de pontos em uma vitória na história da equipe. No ano de 1962, o Celtics tinham vencido o Philadelphia pela diferença de 51 pontos.

Além disso, o placar de 133 a 77 igualou a maior diferença de pontos entre duas equipes na história da NBA, conseguida por um visitante. A marca anterior era do Seattle, em 1986, quando enfrentou o Houston Rockets no Texas e venceu por 136 a 80.

Mas os mesmos 56 pontos fizeram a partida ficar apenas na 13ª colocação do ranking de maiores diferenças da NBA . O número um supera em mais de 10 pontos a marca de ontem. Em 1991, o Cleveland Cavaliers aplicou 148 a 80 no Miami Heat, tendo assim 68 pontos de diferença. A maior de todos os tempos.

Mas os recordes da noite não param por aí. Essa foi a pior derrota da franquia de Chicago. Em 2001 a equipe tinha perdido por uma diferença de 53 pontos para o Minnesota Timberwolves (127 a 74) e essa era a sua pior marca.

Leia também:  Boxeador mexicano diz que gays são praga, cita Hitler e causa polêmica

Logo após a partida, o técnico Jym Boyle, do Bulls, comentou o vexame de sua equipe. “Esforço terrível, maneira terrível de encarar uma partida de basquete, forma terrível de mostrar aos nossos torcedores o que gostaríamos de ser”, disse.

O destaque da partida foi o novato Daniel Theis, que anotou 22 pontos, deu cinco assistências, quatro bloqueios e pegou 10 rebotes. Melhor do que ele apenas Jaylen Brown, que marcou 23 pontos na partida.

Leia também:  "O ambiente que envolve LeBron é tóxico", diz Durant em crítica a imprensa

O Boston Celtics volta a quadra amanhã, as 22h30 (horário de Brasília), para enfrentar o Pelicans. No mesmo dia, porém meia hora mais tarde, o Chicago Bulls tentará se recuperar da pancada da partida de ontem contra o Kings.

    Leia tudo sobre: NBA
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas