Camas anti-sexo dos Jogos de Tóquio 2020
Reprodução/Twitter
Camas anti-sexo dos Jogos de Tóquio 2020

A organização dos Jogos Olímpicos de Tóquio deu mais um passo na luta para evitar possíveis infecções pelo coronavírus durante a disputa do evento de 23 de julho a 8 de agosto. Uma dessas curiosas medidas diz respeito aos leitos em que os atletas dormirão durante sua estada na Vila Olímpica. 

Embora a organização tenha concordado em junho  em distribuir preservativos aos atletas, embora tenha recomendado que eles não tivessem relações sexuais durante os Jogos, agora eles tomaram uma medida que torna ainda mais impossível que essas relações ocorram. Ao todo, foram 18.000 camas de papelão distribuídas pelos organizadores nas dependências olímpicas, que se partem se suportarem um peso superior ao indicado. 

(Veja na galeria abaixo fotos das Olimpíadas)


Outro dos motivos apontados para o uso dessas camas, que foram inauguradas em janeiro de 2020, é o compromisso assumido pelo Japão em garantir jogos sustentáveis ​​com o meio ambiente, já que as camas são recicláveis e seu material será aproveitado após a comemoração das olimpíadas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários