Por 5 votos a 4, o Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) do Voleibol reformou, nesta segunda-feira, a decisão tomada em 1ª instância e absolveu a atleta de vôlei de praia Carol Solberg, punida em decorrência de manifestação política em entrevista após partida do Circuito Nacional, no dia 20 de setembro .

A atleta gritou 'Fora Bolsonaro' em entrevista ao vivo ao fim da disputa do torneio , no qual obteve medalha de bronze, e acabou denunciada pela procuradoria nos artigos 191 (descumprir regulamento) e 258 (disciplina e ética esportiva) do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD).

Em julgamento na 1ª Comissão Disciplinar do STJD, em outubro, Solberg foi absolvida no artigo 258, mas acabou punida com multa de R$ 1 mil, convertida em advertência, pela denúncia no artigo 191. Ela foi alertada de que caso voltasse a se manifestar, poderia ser punida de forma mais pesada. A defesa da atleta recorreu.

Para atleta, a punição era uma tentativa de  calar suas opiniões por ser mulher .


    Veja Também

      Mostrar mais