Tamanho do texto

Rugby feminino estreou com vitória em cima das anfitriãs. Brasil ainda estreou na patinação e manteve a invencibilidade no handebol

delegacao brasileira arrow-options
Reprodução/Twitter/@rededoesportebr
Delegação brasileira participa da abertura dos Jogos Pan-Americanos de Lima na sexta-feira (26)

No terceiro dia de disputas nos Jogos Pan Americanos de Lima, o Brasil conseguiu bons resultados no vôlei de praia. As mulheres venceram o jogo e os homens venceram apenas um set, suficiente para garantir vaga direto nas quartas de final. Também teve rugby feminino – com massacre do Brasil em cima das donas da casa – e masculino, além de patinação artística.

Leia também: Brasil busca o 2º lugar no Pan 2019 para igualar marca de 1963; veja números

Rugby

As seleções brasileiras masculina e feminina de rugby estrearam na sexta-feira (26) no Pan-Americano . O time masculino ficou no empate contra o Chile, por 14 a 14, já o time feminino venceu o Peru por 33 a 5. As duas seleções voltam a campo amanhã para duas partidas cada, uma pela manhã e outra à tarde, para definir a classificação à próxima fase.

A seleção feminina venceu o Peru sem dificuldades. A seleção anfitriã até chegou a abrir o placar, mas o gosto da vitória durou pouco. Pouco mais de três minutos depois o Brasil empatou com Rafaela Zanellato e passou à frente com a conversão de dois pontos. No segundo tempo, Isadora Cerullo ampliou e em menos de quatro minutos marcou outros dois tries. Raquel Cristina Kochhhann fechou a goleada.

No duelo masculino, o Brasil abriu o placar com uma jogada rápida de Felipe Sancery. Marcado por três chilenos, ele deu um passe para Daniel Sancery, que passava em velocidade e saiu na frente dos adversários para marcar o primeiro try do jogo. Os chilenos empataram ainda no primeiro tempo com Rodrigo Grossetete, que recebeu um passe livre de marcação já perto da linha do try.

A seleção brasileira ficou à frente do placar mais uma vez, com Lucas Duque, após boa troca de passes já próximo à linha do try. Mas, faltando 2:15 para o fim da partida, o Chile conseguiu o empate novamente. O Brasil joga neste sábado (27) contra a Guiana e a vitória é fundamental para manter chances de classificação.

Vôlei de praia

A dupla masculina de vôlei de praia Oscar Brandão e Thiago Dealtry perderam para os cubanos Sergio González e Luis Reyes na tarde de sexta, pela última rodada da fase de grupos dos Jogos Pan Americanos de Lima. Mas, mesmo com a derrota por 2 sets a 1, Thiago e Oscar estão garantidos nas quartas-de-final do torneio.

A dupla brasileira se impôs no início do jogo, com ataques inteligentes, explorando bem os espaços vazios deixados pelos cubanos e contando com bons momentos na defesa. Oscar e Thiago fecharam o primeiro set por 21 a 16. A vitória nesse set foi fundamental para o futuro da dupla na competição.

Leia também: Ouro em 2003, Meligeni vai torcer por sobrinha no Pan: "Sensação muito louca"

atletas da delegacao brasileira arrow-options
Reprodução/Twitter/@timebrasil
Delegação brasileira antes da abertura do Pan-Americano

O segundo set foi diferente. A dupla cubana melhorou muito seu jogo, sobretudo na defesa. Os cubanos fizeram pontos importantes de bloqueio e foram eficientes para neutralizar os ataques brasileiros. Oscar e Thiago não pioraram tanto no segundo set, mas enfrentaram um adversário visivelmente mais focado. Sergio González e Luis Reyes venceram por 21 a 14.

O tie-break foi o set mais equilibrado de todos. Brasileiros e cubanos se revezaram na liderança do placar, mas nos últimos pontos os cubanos cresceram na defesa e forçaram erros importantes da dupla brasileira. No final, os cubanos garantiram a vitória por 18 a 16.

“Eles usaram uma estratégia muito boa, usaram bem o bloqueio e a gente demorou para perceber isso”, disse Oscar logo após a partida, em entrevista ao canal SporTV. “Fica de aprendizado. Mas estou muito feliz com o nosso jogo, viemos fazer o nosso melhor e é isso que estamos fazendo”, acrescentou Thiago.

Os brasileiros terminaram a fase de grupos em primeiro no grupo C, à frente de Cuba, por terem menos sets perdidos (Cuba perdeu três sets e o Brasil apenas dois). Com isso, passam direto às quartas-de-final do torneio e ganham um dia de folga antes de voltarem à quadra. Eles enfrentarão a dupla vencedora do duelo entre México e El Salvador.

A dupla brasileira feminina, Ângela Rebouças e Carol Horta, venceu mais uma partida. As adversárias da manhã de sexta foram as mexicanas, mas o placar foi o mesmo dos jogos anteriores: 2 a 0. Ângela e Carol fecharam a fase de grupos com três vitórias, seis sets ganhos e nenhum perdido. Com isso, elas já estão garantidas nas quartas de final e aguardam as vencedoras de Colômbia e Canadá, que se enfrentam pelas oitavas de final.

Patinação artística

Bruna Wurts ficou em segundo lugar no programa curto da patinação artística. Ela obteve 36.70 pontos e ficou atrás apenas da argentina Giselle Soller, que conseguiu 38,53 pontos. Amanhã, as oito competidoras da modalidade voltam à pista para o programa longo, em disputas que já valerão medalha.

Já pelo masculino, Gustavo Casado ficou em quarto lugar no primeiro dia de competição. Ele fez 44.90 pontos. O primeiro colocado foi o argentino Juan Sanchez, com 60.95 pontos. Assim como no feminino, os patinadores se apresentam no programa longo amanhã.

Leia também: Esperança de medalha, Jade Barbosa sofre queda no treino e preocupa para o Pan

A sexta-feira também marcou a cerimônia oficial de abertura do Pan-Americano . A delegação brasileira esteve presente com cerca de 110 atlretas. A dupla de velejadoras Martine Grael e Kahena Kunze foi responsável por carregar a bandeira brasileira.