Tamanho do texto

Ideia do COB é terminar o evento que será realizado em Lima, no Peru, atrás apenas dos Estados Unidos

Atletas do Brasil que estarão em ação no Pan 2019 arrow-options
COB/Divulgação
Atletas do Brasil que estarão em ação no Pan 2019

Apesar de já terem começado as competições dos Jogos Pan-Americanos de Lima, como vôlei de praia, handebol, squash, softbol e boliche, a abertura oficial do Pan 2019 será nesta sexta-feira, a partir das 21h, no Estádio Nacional da capital peruana.

→  Confira as últimas notícias sobre os Jogos Pan-Americanos de Lima

A Cerimônia de Abertura do Pan 2019 terá como atração principal o cantor Luis Fonsi, do hit "Despacito", além de muitas outras atrações. Clique aqui e confira como será a festa .

Os Jogos de Lima vão reunir 6.680 atletas de 41 países em 39 esportes, com 61 modalidades. É a maior edição do Pan em número de atletas, sendo que a de São Paulo, em 1963, foi a com menos competidores: 1.665 de 22 nações.

A competição no Peru terá 486 brasileiros atletas em ação. De acordo com dados oficiais do COB (Comitê Olímpico Brasileiro), serão 250 homens e 236 mulheres.

Entre os brasileiros, 11 são medalhistas olímpicos: Mayra Aguiar e Rafaela Silva (judô); Martine Grael e Kahena Kunze (vela), Rosângela Santos e Thiago Braz (atletismo); Isaquias Queiroz e Erlon Souza (canoagem); Maicon Andrade (Taekwondo); Arthur Zanetti e Arthur Nory (ginástica artística).

História do Brasil no Pan

Hugo Hoyama ao lado de Dilma no Pan de 2011 arrow-options
Roberto Stuckert Filho/PR
Hugo Hoyama e medalhistas do Pan 2011 ao lado de Dilma Rousseff

O Brasil já trouxe 1.206 medalhas ao longo da história, sendo 328 de ouro, 358 de prata e 520 de bronze. As modalidades mais vitoriosas são natação (184 medalhas), atletismo (173) e judô (124).

Leia também: Por que o futebol brasileiro não está no Pan-Americano de 2019?

Em números absolutos de medalhas, o país é o quarto colocado. Os  Estados Unidos lideram com 4437, seguido por Cuba (2029) e Canadá (1913). Depois do Brasil, em quinto, está a Argentina (1066)

A melhor colocação brasileira no quadro de medalhas foi em 1963, em São Paulo, quando o país ficou na segunda colocação, atrás apenas dos Estados Unidos. O Pan do Rio de Janeiro, em 2007, foi a melhor performance do Brasil em números totais de medalhas: 157, sendo 52 de ouro.

No Rio de Janeiro, o país ficou em terceiro, atrás de EUA e Cuba.

Nas duas edições seguintes, em 2011 e 2015, o país conquistou 141 medalhas em cada uma delas. Em 2011, em na cidade de Guadalajara, a história se repetiu, com Estados Unidos e Cuba à frente. Já em Toronto, em 2015, o Brasil manteve a terceira posição, atrás de EUA e Canadá.

Em Lima, a ideia é ficar na segunda posição. "Estamos vendo agora a definição final das outras equipes para conseguir estudar um pouco melhor e ver a quantidade de medalhas que vamos tentar. Mas vai ser próximo do que fizemos em Toronto para brigar pelo segundo lugar", disse Marco La Porta, vice-presidente do COB.

Quem levou mais medalhas?

Thiago Pereira com todas as medalhas de Jogos Pan-Americanos arrow-options
ORLANDO BENTO/MTC
Thiago Pereira com todas as medalhas de Jogos Pan-Americanos

A natação é o esporte que mais rendeu medalhas para o Brasil. E ninguém na história (incluindo outros países) conquistou mais medalhas do que Thiago Pereira : o ex-nadador, chamado de "Mr. Pan", já participou de quatro edições e levou para casa 23 medalhas, sendo 15 de ouro

O também ex-nadador Gustavo Borges ajudou com 19 medalhas, sendo oito de ouro. 

No tênis de mesa, Hugo Hoyama já subiu ao pódio 15 vezes, sendo 10 ouros. Cláudio Kano faturou 12 medalhas, sendo sete ouros.

Leia também: Esperança de medalha, Jade Barbosa sofre queda no treino e preocupa para o Pan

Outras grandes performances brasileiras em Pan-Americanos são de Djan Madruga (natação), com 11 medalhas; Sebástian Cuattrin (canoagem), com 11 medalhas; Fernando Scherer (natação), com 10 medalhas; Daniele Hypolito (ginástica artística), com 10 medalhas; e Cláudio Biekarck (vela), com nove medalhas.

E no Pan 2019 de Lima, no Peru, quem vai brilhar? Comente abaixo!